Home / Comportamento / Carreira / Etiqueta digital: é melhor você tomar cuidado com o que posta nas redes sociais

© iStock
Comportamento

Etiqueta digital: é melhor você tomar cuidado com o que posta nas redes sociais

by Karen Carneti Published on 28 de março de 2016
197 shares

A redação do taofeminino adverte: compartilhar demais no Face (e similares) pode prejudicar a sua carreira

Ah, as redes sociais... esse mal moderno. Elas são excelentes para restabelecer contatos perdidos ou iniciar novos. Porém, Facebook, Twitter, Instagram ou até mesmo o LinkedIn só viram realmente um ‘mal’ quando usadas incorretamente.

E o que seria utilizá-las incorretamente? Inclua aí postar textos ou fotos extremamente pessoais ou qualquer coisa que possa comprometer sua segurança e privacidade. Se for falar sobre algo profissional, pense bem antes de digitar. Não são incomuns casos de pessoas que são demitidas ou nem são contratadas por terem postado o que não deveriam – como uma adolescente nos EUA, que foi demitida antes de seu primeiro dia de trabalho em uma pizzaria no ano passado. O motivo? Ela postou, no Twitter, que tinha conseguido uma “droga de emprego”.

Cuidado com a exposição excessiva

Para Ana Lisboa, coach profissional e pessoal e consultora em gestão de pessoas, o maior erro que as pessoas podem cometer nas redes são a exposição excessiva e os posicionamentos irredutíveis. O que não deve ser postado de maneira alguma? “Fanatismos de qualquer natureza (futebol, religião, política), cenas, vídeos ou fotos macabras ou que impressionam, fatos ou acontecimentos que incentivem atitudes ilícitas, maus tratos aos animais e incentivo ao uso de drogas ou substâncias ilícitas são apenas alguns exemplos”, explica Ana.

A psicóloga especialista em análise comportamental e cognitiva Mariuza Pregnolato concorda, principalmente no que se refere à exposição excessiva que as pessoas têm feito nas redes. “Note que, antes de postar ou de se expor em fotos, é prudente pensar nas possíveis consequências quando cada um desses conteúdos for visto pelas mais diferentes pessoas”, diz ela. “A página é sua e, teoricamente, você tem o direito de agir livremente ali, mas há regras implícitas que só valorizam o seu conteúdo quando há bom senso, respeito e boa educação. Nunca deixe de considerar que qualquer coisa que você posta pode ser usada contra você”, alerta.

Ou seja: você pode –e deve – ser você mesma, espontânea e verdadeira, mas somente com aquelas pessoas com as quais você se sente protegida. Uma boa maneira de saber se está se expondo demais é se perguntar se agiria da mesma forma na vida real, fora do mundo virtual.

Utilize com moderação

Para evitar problemas, deixe para fuçar no Facebook depois do expediente. Ana aconselha que o uso das redes sociais seja o menor possível, especialmente se sua atividade profissional não depende das redes sociais para ser executada. Já Mariuza acredita que, se a empresa permite que as pessoas usem livremente o celular durante o expediente, basta que o trabalho seja realizado sem prejuízo, que não se percam metas, não ocorram distrações e não se cometam erros por falta de atenção – mais um exemplo de como as redes podem atrapalhar sua vida profissional.

Dicas úteis

Já entendeu que não deve se expor demais nem utilizar as redes fora de hora, certo? Então preste atenção, agora, às dicas dadas pelas especialistas para não se prejudicar no trabalho:

➥ Antes de publicar qualquer coisa, coloque-se no papel de empregado, pai, mãe, amigo, filho, profissional e pergunte-se se o que você quer postar denigre a imagem de alguém ou sua própria ou se você está defendendo algo polêmico, ilegal ou antiético;

➥ Publicar mensagens ou imagens negativas, antiéticas ou mal-humoradas vai contribuir para seu marketing pessoal? Certamente não, então melhor não postar!

➥ Use o mesmo tipo de discernimento que lhe orienta ao interagir com os mais diferentes cenários e tipos de pessoas (ninguém age igual o tempo todo: você não usa com seus superiores hierárquicos o mesmo vocabulário e informalidade que usa em casa, não vai à praia com roupa de festa e vice-versa, etc.);

➥ Para agilizar a comunicação via mensagens, por exemplo, valem abreviações e emojis, mas tome cuidado com a ortografia;

➥ Não use apenas maiúsculas, pois, na internet, isso equivale a gritar;

➥ Evite excesso de reduções, que deixam o texto descuidado ou confuso;

➥ Releia antes de enviar, para evitar que “correções” sugeridas automaticamente não troquem as palavras e distorçam sua mensagem ou a torne incompreensível;

➥ Nunca opine sobre – ou compartilhe – um post cuja veracidade e fonte você não checou cuidadosamente;

➥ Quando não estiver se comunicando com seu grupo mais chegado de pessoas, utilize uma linguagem que seja um meio termo entre o formal e o “internetês”.

Este texto foi escrito por @karencarneti e editado por @cicaarra

Mais dicas para arrasar na carreira:

4 razões pelas quais você deveria criar laços com suas colegas de trabalho
Descubra como criar sua marca pessoal nas mídias sociais (e na vida offline também!)
10 qualidades que uma mulher deve ter para ser boa líder
Como organizar o tempo: dicas úteis para não brigar mais com o relógio
◎​ 6 jeitos de trabalhar mesmo quando você não está inspirada

by Karen Carneti 197 shares

você também vai <3: