Home / Maternidade / Gravidez / Primeiros sintomas de gravidez: como perceber e cuidar do início da gestação?

Maternidade

Primeiros sintomas de gravidez: como perceber e cuidar do início da gestação?

por Redação taofeminino Publicado em 14 de novembro de 2016
153 compartilhamentos

No primeiro mês, a mulher percebe alguns sintomas comuns da gestação, mas nenhuma mudança física. Saiba mais sobre os primeiros passos para se cuidar no início da gestação. Traduzido por Juliana Couto

O primeiro mês da gravidez é o mais importante. Você notará os primeiros sintomas e algumas mudanças físicas, como aumento dos seios ou sentir o olfato mais sensível. Entre as mudanças que não são visíveis estão a mudança da parede uterina, que fica mais espessa, o colo do útero fica enternecido, placenta e cordão umbilical começam a se formar. O primeiro a se fazer é confirmar a gravidez, para que você passe pelas primeiras quatro semanas com tranquilidade. Os sintomas variam de mulher para mulher e não é obrigatório que toda mulher os sinta ou os perceba.

Os primeiros sintomas da gravidez

- O atraso do ciclo menstrual é o primeiro sinal objetivo de uma gravidez. Não obstante, há muitas mulheres com ciclos irregulares e períodos de amenorreia (ausência espontânea de menstruação), o que não é, de fato, um sinal confiável.
- Seios mais doloridos: aumento no volume e na sensibilidade. Você provavelmente terá que aumentar o tamanho do seu sutiã.
- Enjoo no estômago assim que acorda.
- Ao longo do dia, sente náuseas e tem vômitos.
- Sente-se mais cansada que o normal.
- Tem fluido vaginal diferente.
- Começa a aparecer a (não querida) acne.
- Você sofre com a azia e não consegue se alimentar muito bem.
- Não tolera alguns cheiros.
- Apetite misterioso: ou não tem vontade de comer nada ou não consegue controlar sua fome.
- Alterações de humor se tornam comuns, negativa e positivamente, em função das alterações hormonais.
- Você está mais irritadiça ou hipersensível.

Confirmação da gravidez

Você pode fazer um teste de gravidez de farmácia, que tem confiabilidade de 99%, com avantagem de obter um resultado imediato. Caso esteja desconfiada, espere de 10 a 12 dias após a relação sexual para fazer o teste ou um mínimo de três dias de atraso do ciclo menstrual. Além disso, você pode ir ao seu ginecologista e solicitar um pedido do exame beta HCG. Essa é considerada a forma mais segura de confirmar a gravidez, ainda que você precise esperar mais para saber o resultado.

Evolução do bebê durante o primeiro mês de gestação

Durante o primeiro mês de gestação, pode-se dizer que o bebê começa a se desenvolver:

- O óvulo fecundado se implanta no útero.
- Em quatro semanas, o bebê já tem coração e estômago. Começa a acontecer a organogênese, isto é, a formação dos órgãos principais.
- Não é possível distinguir membros.
- O sistema nervoso começa a ser criado.
- Órgãos sensoriais começam a se desenvolver.
- O embrião flutua pela cavidade amniótica unido ao exterior pelo cordão umbilical ainda em formação.
- Ao fim do primeiro mês, em média, o embrião possui de dois a cinco milímetros.

Durante o primeiro mês pode acontecer um aborto espontâneo. Ele é identificado por perda contínua de sangue, apesar de perda de sangue intermitente ser normal. Consulte um ginecologista nos primeiros sinais de sangramento.

Saúde e alimentação durante o primeiro mês de gravidez

Os cuidados mais intensos com saúde e alimentação devem começar no primeiro mês da gestação. Por isso, veja as principais informações que são aconselhadas por obstetras quando a mulher descobre a gravidez:

- Não se aconselha praticar esportes mais radicais como esqui, artes marciais ou equitação.
- Se ainda não parou, é hora: pare de fumar.
- Diminua o consumo de café e chá.
- Está proibido o consumo de álcool.
- Uma alimentação equilibrada e variada preencherá as principais necessidades do embrião e as suas (comer por dois é mito).
- Evite queijo cru ou não pasteurizado, pois eles podem contar a bactéria listeria. Você necessitará de vitaminas específicas e oligoelementos. Consulte seu ginecologista-obstetra.
- Você se sentirá mais cansada que o normal. É importante reservar momentos de repouso
- Se você sofre de enxaqueca ou náusea, consulte seu médico antes de ingerir remédios habituais, tais como aspirina, que não é recomendada durante a gravidez.
- Se suas gengivas começarem a sangrar, procure um dentista.

Preparar a família para a chegada do novo bebê

Se você já tem filhos, é recomendado falar sobre a gravidez com ele desde o início, para que ele sinta que faz parte e participe de tudo. Por instinto, eles vão notar algumas mudanças. É importante inclui-los nos assuntos do que os prevenir, já que eles não vão entende por que não podem participar. Ainda que você prefira esperar o primeiro ultrassom para se assegurar de que a gravidez segue tranquila, já fale sobre querer outro filho em sua família, de modo a preparar os mais velhos e seu(ua) companheiro(a).

Leia mais em Maternidade:

Teste: quantos filhos você vai ter?
30 maneias criativas para anunciar sua gravidez

Gravidez para recordar! Ideias para o seu book gestante

O que esperar da segunda gravidez?

por Redação taofeminino 153 compartilhamentos

você também vai <3: