Ioga na gravidez: os benefícios da prática de ioga durante a gestação

  

Ioga: a prática aumenta a consciência corporal - Ioga na gravidez: os benefícios da prática de ioga durante a gestação
Ioga: a prática aumenta a consciência corporal
Durante a gravidez, o corpo e a mente da mulher passam por intensas transformações. Não poderia ser diferente: você sente sua barriga crescendo e sabe que é inteiramente responsável por aquele novo ser humano. Por isso, especialistas afirmam que a gestação é um dos melhores momentos para se iniciar na ioga. A prática aumenta a consciência corporal, o que ajuda a nova mamãe a perceber e compreender todas as mudanças pelas quais está passando.

“Como na ioga trabalhamos a manutenção de uma boa postura, a grávida evita projetar a lombar para a frente, um problema que gera o mau posicionamento do bebê no útero”, explica a instrutora Denise Santana. “Com isso, ela notará benefícios não apenas na gestação, mas na vida inteira. O controle sobre a postura evita, por exemplo, o famoso trio ‘barriga saliente, nádegas para dentro e seios caídos’, tão comuns após uma certa idade”.

No entanto, o foco principal da prática da ioga durante a gravidez não é o fator estético. O objetivo é fortalecer, tonificar e oferecer mais espaço para o bebê respirar e relaxar durante o crescimento e desenvolvimento.

Todas as mulheres podem começar a praticar assim que a gravidez for descoberta. “Alguns obstetras só indicam atividades físicas após o fim do 1° trimestre, mas aulas conduzidas e posturas leves e adaptadas podem ser feitas por qualquer gestante que não apresente contra-indicações, como sangramentos e risco de aborto”, declara Denise. “Quanto antes a futura mamãe começar, mais rápido os benefícios virão”.

Aulas conduzidas e posturas leves e adaptadas podem ser feitas por qualquer gestante sem contra-indicações
Aulas conduzidas e posturas leves e adaptadas podem ser feitas por qualquer gestante sem contra-indicações
Assim, desde o começo a mãe adquire um maior bem estar físico e emocional, o que a ajuda a manter o elo de ligação entre o seu corpo e o bebê durante toda a gravidez e após o nascimento. Os resultados são tão positivos que a maioria continua praticando até o nono mês de gestação.

E não se preocupe se você nunca fez ioga. Segundo Denise, a gestante que já era praticante irá aprofundar ainda mais o conhecimento, mas as iniciantes notarão os benefícios rapidamente, principalmente em relação à respiração e à postura.

Ficou ansiosa para colocar tudo isso em prática? Pois saiba que os benefícios continuam após o nascimento do bebê. Confira na próxima página!




Ana Ferrareze

 
  

Vídeo: A interrupção mais fofa durante a ioga dessa mãe

  • A interrupção mais fofa durante a ioga dessa mãe
  • Conforto para grávidas: um colchão que acomoda a barriga

Publicado pela redação Maternidade
em 02/09/2013
Dê uma nota para esta página: 

Leia também
Cristais de cura para todos os signos do zodíaco✩Receitas de patê (e versões light!) de dar água na boca
O filme mais romântico do ano em que você nasceuJogos que faziam a nossa alegria na infância
Últimas notícias 12/12/2017
Guias práticos
Vídeos
Como potencializar suas chances de engravidar
O papo agora é fecundação. Tire suas dúvidas!
Por que a toxoplasmose na gravidez é tão perigosa?
Todos os guias Maternidade
Acompanhe o crescimento deste bebê em 2 minutos e meio
Todos os vídeos de Maternidade
 

Fique por dentro

...Assine nossa newsletter
Receba as últimas notícias de taofeminino.com.br por e-mail
  OK
Confira nossa página no…