Home / Comportamento / Relacionamento / 18 coisas que você deve saber sobre o seu pretendente antes de namorá-lo

© iStock
Comportamento

18 coisas que você deve saber sobre o seu pretendente antes de namorá-lo

Fernanda Guimarães
por Fernanda Guimarães Publicado em 20 de março de 2015
101 compartilhamentos

Vocês estão saindo há um tempinho considerável e o próximo passo é assumir que o lance é sério? Ótimo momento para uma reflexão: você conhece realmente o boy com quem está prestes a namorar? Sério, isso pode te poupar de muitas frustrações

Difícil encontrar uma garota que nunca tenha sonhado com o namorado perfeito, talvez um Channing Tatum ou um Brad Pitt chegando com flores na porta da sua casa. Desculpe-nos por quebrar a fantasia, querida sonhadora, mas a vida real não é tão perfeita quanto aquele vestido de noiva rendado que povoa seus pensamentos.

A verdade: a gente simplesmente não tropeça em finais felizes. Eles são o produto de muita dedicação e trabalho e não existe um atalho para a felicidade a dois. Antes de trocar o status de relacionamento no Facebook, é bom avaliar objetivamente algumas diferenças que você pode ter com o potencial namorado. Escolhemos 18 pontos cruciais que devem ser bem trabalhados antes de qualquer início de namoro:

1. Religião

Religiosa você ou não, saber a posição do paquera em relação à fé é importante. Quais são crenças dele? Elas conversam com as suas? Como ele se sente em relação à sua religião? Um papo franco e essa você tira de letra.

2. Opinião política

Não estamos dizendo que você não deve namorá-lo só porque ele tem uma opinião política diferente da sua. Mas esse é um tema delicado e polêmico. Saber o que ele pensa sobre o assunto é fundamental.

3. Ambição e carreira

Duas pessoas com ambições muito distintas podem ter problemas no futuro. Se você se sente acuada por ele ser uma pessoa hiperambiciosa e workaholic, pode pensar duas vezes ou conversar. O trabalho dele demanda que ele mude de cidade de tempos em tempos? Garanta que a distância não vá ser um problema.

4. Histórico de relacionamentos

Acredite, por mais que dê uma pontadinha de ciúmes saber de cada garota do passado, ter o histórico dele é o melhor que você pode fazer pelo relacionamento. Primeiro, você já fica ciente caso ele tenha uma psycho ex no currículo que possa causar problemas no futuro. Segundo, saber por que os namoros antigos não deram certo ajuda a mapear alguns hábitos e também te deixam mais preparada e consciente do que esperar.

5. Se/Quando vocês vão ter filhos

Ok, para algumas pessoas pode parecer estranho querer colocar essa questão na mesa mesmo antes de assumir um namoro. Mas se você tem planos de ser mãe, perguntar sobre filhos pode não ser uma má ideia. Se você espera engravidar em pouco tempo, você deve avisá-lo quais são suas expectativas.

6. Hábitos financeiros

Ele gosta de baladas e restaurantes caros e os destinos de férias são sempre internacionais. Se você pode (e quer) acompanhá-lo, tudo bem; mas se todo o glamour estiver fora das suas capacidades, uma dica: repense e tente encontrar um meio termo. O mesmo vale para o caso contrário, se ele for do tipo mão fechada, que evita gastos a qualquer custo, inclusive com você.

7. Vocês vão discordar...

...e é OK, tá? São dois indivíduos compartilhando intimidade e é fato que isso vai render algumas discussões. Inegável que pode ser uma das coisas mais estressantes, mas não é o fim do mundo e muito menos do seu namoro. A solução é saber quando debater o problema (com muita calma!) e não jogar a sujeira para debaixo do tapete.

8. É possível ter uma vida sem o outro

Nunca perca de vista a sua identidade. Mesmo namorando, continue com o happy hour semanal com o pessoal do trabalho e fazendo uma girls night com as amigas. O futebol e bar com os “bróders” dele? Pode abençoar e incentivar. Ter um tempinho para si ajuda a manter a vida a dois mais saudável.

9. Um status de relacionamento não faz dele seu chefe

Nem você a dona do nariz dele. Continuando nosso raciocínio anterior, não é porque vocês estão em um relacionamento sério que são a mesma pessoa. Nunca tente controlá-lo ou se deixe controlar; ele pode ter suas opiniões, gostos, ideias (e vice-versa). Se você sentiu que ele é do tipo autoritário, converse e exponha os seus desejos, antes de declarar o início do namoro.

10. Quando pedir desculpas

Admitir que está errada pode ser doloroso, a gente entende. Mas essa é uma habilidade que você tem que aperfeiçoar antes de nutrir qualquer relacionamento. Aprenda a dizer “me desculpa”; é muito chato viver com alguém que parece ser o dono da verdade. Isso é recíproco, viu? É ok cobrar que ele peça perdão pois é impossível estar certo 100% das vezes!

11. Escolha as batalhas que quer travar com sabedoria

Let it go, let it go... Nem tudo precisa ser debatido e contestado. Saiba quando ignorar algum comentário e passar por cima de briguinhas da rotina. Bater boca à toa pode ser bem chato e desgastante!

12. Família e amigos

Não dá para achar que vai ficar tudo bem se você não se relacionar com a família e os amigos dele. Você irá conviver com eles! Faça a sua parte e permita uma aproximação.

13. Hábitos

Momento confissão: todo mundo tem algum hábito ruim. Seja roer unhas, chegar sempre atrasada, não atender o telefone... É fato: a gente vem de fábrica com um pacote completinho de manias e minineuroses pessoais. Nossa sugestão é: esqueça e esteja pronta para tolerar todos os costumes do seu parceiro e aprender a praticar o dom da paciência antes de chamá-lo de amor.

14. O cara perfeito não existe

Você não acredita em Papai Noel, né?

15. Como ele trata a mãe

O que isso tem a ver com vocês? Bom, como ele trata a mãe pode ser um reflexo de como ele vê as mulheres. Se ele a desrespeita constantemente, existe uma chance de isso acontecer com você também. Fique atenta!

16. Descubra os seus deal breakers

Traduzindo, aquelas coisinhas que você realmente não conseguiria tolerar de jeito algum. Seja machismo ou não falar “obrigado” e “por favor”. Lógico que um relacionamento é repleto daqueles momentos em que a gente tem que fechar os olhos, suspirar e deixar rolar, mas ninguém espera que você seja um buda o tempo todo. Deixe o boy saber quais são seus limites e o que você se recusa a aceitar - e descubra também quais são os dele!

17. Como ele lida com a raiva

Uma briga no trânsito e o seu love perde completamente o controle e toda aquela imagem de um cara cool e calmo simplesmente some, revelando uma personalidade completamente diferente. Sabemos que não é tão fácil descobrir como é a sua resposta para momentos estressantes (e nem queremos que você o tire do sério para ter a prova!), mas caso você presencie algum momento do tipo, estenda a mão para ajudá-lo (mas também fique atenta e veja se o comportamento não se repete com frequência).

18. Conheçam-se

Deixamos o mais óbvio para o final: aproveite o relacionamento para conhecer o seu parceiro e aprender com a convivência e experiência de dividir momentos. Quem sabe daqui a um tempo a gente não vê uma aliança nesse dedo?

por Fernanda Guimarães 101 compartilhamentos

você também vai <3: