Home / Comportamento / Sexo / De quatro, doggy style, chame como quiser! Essa é a sua nova posição sexual favorita

Comportamento

De quatro, doggy style, chame como quiser! Essa é a sua nova posição sexual favorita

por Alexandra Guida Publicado em 15 de março de 2016
4 235 compartilhamentos

Deixe as básicas para depois

Sexo de quatro é o melhor sexo que você pode querer. Ok, pode não ser a posição mais romântica, mas a intensidade não pode ser desprezada. A penetração é profunda, versátil (imagine as possibilidades!) e ainda é um ótimo jeito de chegar ao orgasmo. Então, por que não experimentar? Aqui está tudo que você precisa saber para apimentar sua relação.

A posição

O nome é bem autoexplicativo, né? A mulher fica literalmente de quatro, apoiada sobre joelhos e mãos, com as pernas ligeiramente abertas. O parceiro se ajoelha para penetrá-la por trás.

Técnica

Em posições sexuais mais clássicas, como papai e mamãe, por exemplo, a transa tende a ser mais carinhosa, com direito a beijos e olho no olho. De quatro, as carícias ficam mais difíceis e o sexo ganha uma pegada mais selvagem. Brinquedinhos sexuais também são muito bem-vindos. “O vibrador para estimular o clitóris é uma boa pedida! ” sugere a sexóloga Ana Canosa.

Por que amar o sexo de quatro?

Bom, por onde começar? Além do seu parceiro ter como vista suas costas e bumbum, ele ainda consegue assistir à penetração – e todo mundo sabe o quanto isso os excita. Muito bom pra ele, certo? Mas, e o que a mulher ganha com isso? Nessa posição, o homem tem fácil acesso ao clitóris o que pode significar múltiplos orgasmos pra você – e muitos pontos pro seu parceiro!

O sexo de quatro pode remeter às posições de dominador e dominado e incomodar algumas pessoas. Outras reclamam ainda da natureza animalesca. Embora seja verdade que o homem assuma a postura de dominador, se os dois estiverem felizes, o sexo deve ser incrível. “A sexualidade de um modo geral evolui muito com todos os comportamentos humanos. As relações homem–mulher dinamicamente mudaram muito com todas as mudanças da sociedade e da cultura. A mulher conseguiu se impor na relação sexual e hoje vive de forma mais participativa, o homem até requer mais esta participação porque aumenta o prazer a dois. A relação fica mais rica e prazerosa. ” comenta a psicanalista Marion Penna.

Para ficar mais gostoso, rola fazer carinhos, beijar as costas e até inclinar-se para frente e aumentar a intimidade. Vale tudo para se sentir mais confortável. Mas atenção! Se o cara for mais bruto, pode ser doloroso. Ele deve controlar o ritmo, a intensidade e a profundidade. A sexóloga Carla Cecarello explica: “A dor existe não por causa da posição, mas sim, porque há pouca excitação para aquela relação sexual, ou então, a mulher encontra-se tensa, enrijecendo os músculos da pélvis. Sentindo dor, o melhor mesmo é parar. Ninguém merece continuar uma transa com dor. ” Apenas tenha certeza de que é prazeroso para você. No final das contas, os dois devem estar no controle, e não só ele.

Continue com a gente!

taofeminino ♥ Pinterest

por Alexandra Guida 4 235 compartilhamentos

você também vai <3: