Home / Moda / Acessórios / Dicionário da lingerie: você conhece suas peças de underwear?

© Thinkstock
Moda

Dicionário da lingerie: você conhece suas peças de underwear?

Fernanda Guimarães
by Fernanda Guimarães Published on 18 de março de 2014
82 shares

Você sabe classificar suas calcinhas na gaveta em categorias que não sejam apenas "sexy ou "não sexy"? Qual é o melhor tipo de sutiã para você, balconê, meia taça ou em V? Não sabe que língua estamos falando? A gente organizou um glossário para você entender cada nomenclatura e categoria do mundo fantástico da lingerie.

Tudo bem, todo mundo aqui sabe a diferença entre uma calcinha de vovó e um fio dental. Mas a lingerie hoje em dia vai muito além de uma divisão básica entre o armário da Dita von Teese e da Palmirinha. Existem muitas definições, tamanhos, tipos, formas e categorias que podem tanto te ajudar a fazer uma compra inteligente ou te confundir sobre o que cai melhor no seu corpo.

Para acabar com as dúvidas e frustrações, explicamos para você quais são todos os tipos de bojo, calcinhas, taças e sutiãs e o que você deve levar em conta na hora de sacar o dinheiro do bolso para comprar lingerie. ​

Calcinhas: tudo que você não sabia

Calcinha e sapatos devem ter como prioridade número um o conforto. Ninguém fica sensual ou provocativa se não está confortável e ponto final. É claro que é experimentando que podemos sentir se a peça é agradável ao corpo ou não, mas antes de tudo, a gente te dá uma bússola para conseguir navegar entre as araras de calcinhas mundo a fora.

1. Biquíni ou tanga

Esse é o modelo mais comum de calcinhas que existe no mercado por ser o mais adequado para qualquer tipo de corpo. Ela é mais cavadinha na parte da frente e as laterais podem vir em várias larguras diferentes, desde o string (veja o próximo tópico) até as mais larguinhas. Sexy na medida!

2. String

Não confunda o string com o fio dental. A economia de tecido em ambas é grande mas em diferentes pontos geográficos da calcinha: a string é aquela mais evitada por quem tem mais quadril, por ser hiper fininha nas laterais. Bem sexy, ela funciona melhor para quem tem a parte de baixo do corpo mais fininha. As alcinhas ainda podem ser reguláveis.

Em sentido horário: caleçon, R$39 e fio dental, R$39,90 ambas Loungerie. Tanga, R$29 e string R$28, ambas no calcinhasesutias.com

3. Caleçon

Se você quer uma calcinha confortável, vá de caleçon. Esse modelo atende também pelo nome de "shortinho" ou boxer por ser larga nas laterais e proporcionar uma sustentação maior na barriga, dependendo da altura. Este NÃO é o modelo vovô, ok?

4. Fio dental

Ela divide opiniões mas não perde o posto quando a ideia é sedução. Mas engana-se quem pensa que o fio dental só é válido na cama. Experimente com uma roupa justa ou em qualquer aula de ginástica!

Sutiãs: saiba como comprar

​Ir em busca de um sutiã é muito mais que apenas sentir o tamanho do bojo. O tipo de sustentação das costas, tamanho, suporte e forma da taça influenciam muito no caimento da peça. Pense em um jeans. Ele não veste de diferentes formas dependendo da modelagem? Então, com sutiãs é a mesmíssima coisa.

Existem basicamente seis tipo diferentes de sutiã e eles podem vir com seis tipos diferentes de bojo, ou seja, há várias combinações possíveis.

1. Em V
​Sutiã da vida de quem tem seios pequenos, os modelos em V valorizam a região do colo e são os famosos push-up, sendo um trunfo para quem tem seios pequenos ou muito separados.

2. Demi
O modelo demi está para os sutiãs assim como as tangas estão para o mundo das calcinhas. Ele é o modelo mais comum e possui uma sustentação média, sendo mais adequado para as mulheres com seios pequenos a médios, já que a taça é menor.

3. Triângulo
Os sutiãs e tops com o bojo em formato de triângulo são mais recomendados para quem tem seios pequenos e não necessita muita sustentação. Podem vir todo em rendas, com ou sem enchimento.

Em sentido horário: tomara-que-caia, R$61, no calcinhasesutias.com; modelo em V, R$59,90, modelo triângulo, R$79,90; balconê, R$109; meia taça (demi), R$79,90, na e-shop da Loungerie; cobertura total, R$62, no calcinhasesutias.com

4. Balconê
É o tipo retrô, que faz com que o busto pareça estar sendo sustentado por um espartilho. Ele dá boa sustentação na base, mas não muito no bojo, já que seu decote é baixo e reto. Quem tem seios grandes e quer disfarçá-los deve evitar o modelo.

5. Cobertura total
A escolha do dia-a-dia para quem precisa meeesmo de sustentação! Como já diz o nome, o bojo tem uma cobertura maior, as laterais são mais largas para darem melhor suporte e a taça é inteira, o que garante que os seios fiquem no lugar e bem sustentados o tempo todo.

6. Tomara-que-caia​​​
O tomara-que-caia é um dos sutiãs mais estruturados na base para que a mulher possa tirar as alças sem comprometer a sustentação dos seios. Ele é reforçado nas laterais e a taça é maior e mais firme. Ele pode ser usado tanto por quem tem seios pequenos ou grandes.

Bojo e enchimento: você conhece a diferença?

Os dois não são coisas separadas, pelo contrário, são elementos que se completam. Um sutiã (normal) não existe sem bojo -- a parte modeladora, o tecido que fica por cima dos seios e dá a forma. O enchimento é algo que pode estar contido dentro do bojo, garantindo mais volume, sustentação ou aproximação dos seios.

Agora aos diferentes tipos de bojo -- você nunca imaginou que havia tanta coisa para saber sobre lingerie. A diferença básica entre os bojos é se ele possui ou não enchimento.

Se você tem seios grandes e não pensa em querer aumentá-los, é fácil: escola um bojo sem enchimento algum, que apenas modele os seios normalmente.

Caso contrário, se você quer um efeito de volume, push up ou maior sustentação, há vários tipos de enchimento para escolher:

  • Bolha: é o melhor para quem tem seios pequenos e quer dar mais volume com conforto e de maneira natural.
  • Lua: o queridinho das mulheres, ele faz o efeito push up, dando um upgrade em quem já tem um pouco mais de volume nos seios, elevando-os e aproximando-os.
  • Maçã: outro para quem tem seios pouco volumosos. Além de dar um efeito push up e aparência de mais volume, ele modela deixando o busto redondinho.
  • Inteiro: ele abraça bastante os seios, dando sustentação e conforto ao mesmo tempo que você pode usá-lo com uma blusa tomara-que-caia.
  • Separado​: dá volume sem mudar muito o formato do busto. São os mais comuns no mercado.

Leia mais:

by Fernanda Guimarães 82 shares

você também vai <3: