Home / Casamento / Noivas / Como comprar seu vestido de noiva pela internet

© Thinkstock
Casamento

Como comprar seu vestido de noiva pela internet

by Isabella Villalba Published on 25 de junho de 2014

Ainda está faltando dizer “SIM” para o vestido de noiva? A ideia de comprar pela internet tem ganhado cada vez mais adeptas porque os preços abaixo da média são convidativos. Se você está precisando de uma ajudinha, seu desejo é uma ordem: listamos dicas preciosas para arrematar o modelo dos seus sonhos online

As noivas estão em fuga! Calma, não é do altar... As brasileiras têm optado pelos sites de compra de vestidos de noiva pela internet, onde encontram peças até 80% mais baratas. A mulherada não precisa precisa fazer mais nenhuma peregrinação por todas as lojas da cidade, marcar horário em ateliês e, muito menos, desembolsar tanto dinheiro, se não quiser. Para economizar com o comércio virtual e evitar os temidos "negócios da China", as casadoiras de plantão precisarão de uma dose extra de atenção para não cair em armadilhas, ter paciência para esperar a encomenda e consciência do próprio corpo para fazer o pedido.

Será que vai vestir bem?

Os vestidos de noiva pela internet cabem no bolso. Mas e no corpo? Os sites, geralmente, têm vídeos e tutoriais que ensinam a tirar as medidas para os modelos tailor made, além de tabelas de conversão para países diferentes, quando existem manequins pré-fixados.

Samantha Fasolari, sócia-fundadora do Noiva nas Nuvens, um dos primeiros e-commerces dedicado ao nicho no Brasil, que estreou há 2 meses, recomenda enviar as medidas certas: “Os vestidos já são feitos com meio centímetro a mais para dar segurança”.

​A produtora cultural Vânia Silva ficou satisfeita com a compra no site chinês Light in the Box, mas confessa que exagerou no tamanho. “Tinha medo de engordar antes do casamento, mandei medidas maiores do que as minhas e me arrependi. Foram precisos muitos ajustes”, comenta.

​É importante também ter noção do formato do corpo para comprar uma peça que valorize a silhueta, recomenda a jornalista Maiara Bastianello. “Visto manequim 46. Quando liguei no ateliê, fui informada de vestidos maiores do que 42 custam mais de R$ 8000. Procurei saber da experiência de outras noivas em vários blogs. Comprei no site Milanoo, e gastei R$ 700 com tudo: vestido, imposto e ajustes”, conta.

Moral da história: se você souber o modelo que valoriza o seu corpo e mandar as medidas certas, o vestido vai cair bem! Os sites mandam a peça um pouco maior, já prevendo possíveis mudanças no corpo. Considere contratar uma costureira para os ajustes finais, ok?

O site vende o que promete?

“As imagens são 100% da credibilidade de um site de vendas de vestidos de noiva”, entende Samantha, do site Noiva nas Nuvens. A empresa produziu as imagens dos vestidos desenhados exclusivamente para a marca, que são produzidos por diversos fornecedores nacionais e estrangeiros. Se mais de um comentário disser que a peça não é igual à foto, não confie.

​Para se sentir mais segura com a compra, a assessora de imprensa Marília Melhado leu os comentários de pessoas que compraram o mesmo vestido, para avaliar o feedback das clientes: “Observei se a empresa vendia o mesmo modelo da foto, se havia reclamações, tirei dúvidas pelo chat, em inglês. A equipe respondia na hora”. Pesquisando, ela encontrou o extinto site What a Beautiful Bride, de Hong Kong, e fez o pedido em dezembro de 2011, seis meses antes do casamento.

Seis meses antes do casamento, Marília investigou as experiências de outras noivas na seção de comentários do site para ter certeza de que o vestido era igual ao da foto. "E era, viu? Não me senti enganada em nenhum momento", disse orgulhosa.

​Moral da história: nem todo o site vende o que promete. Por isso, é preciso verificar a opinião de outras noivas e trocar e-mails com fornecedores para avaliar o risco.

Mas é igual ao da foto?

A empresária Fernanda Botta se transformou em uma verdadeira detetive para descobrir se o vestido da foto era exatamente o que ela queria. “Pedi informações e fotos reais do vestido. Quando chegaram as imagens 'de verdade', observei várias diferenças, inclusive em termos de materiais usados. Foi um trabalho de investigação mesmo”, conta.

Fernanda comenta: “É exatamente como imaginei. O custo-benefício valeu muito a pena. As noivas só não podem esperar o acabamento mais perfeito do mundo”, alerta

Haja coração: Será que vai chegar?

A pedagoga Flávia Borchat Pessi pediu o vestido a dois meses do casamento. A ferramenta de tracking das lojas, que mostra o trajeto da mercadoria do estoque até chegar aos Correios, indicava que entre China e Brasil, o pacote demorou onze dias para chegar. O problema é que ficou preso 50 dias na alfândega em São Paulo. Depois, em um dia estava em Cascavel, no Paraná, onde ela vive.

​“Faltando uma semana para o casamento, fui às pressas a uma loja alugar outro vestido. Minha sorte é que a peça que comprei online chegou quatro dias antes da cerimônia”, comenta. Com a ajuda de uma costureira, ela fez os ajustes finais no modelo em apenas um dia.

​Embora ela recomende a compra do vestido pela internet, ela mudaria um detalhe: “Pediria com pelo menos três meses de antecedência e começaria a pesquisar mais sites e modelos mais cedo. Quase tive um infarto pela demora”, brinca.

​Moral da história: se você pedir com antecedência de, pelo menos, três meses, vai chegar, talvez demore, mas vai chegar!

Com o vestido comprado pelo site chinês AliExpress, a noiva Flávia gastou R$ 460, 12% do que gastaria caso tivesse que pagar R$ 4000 pelo aluguel de um vestido semelhante

Para acertar na compra online de vestido de noiva

Pedimos a ajuda do especialista em e-commerce pós-graduado pela ECA-USP, Renato Chaves Vitor, e das noivas com quem conversamos para nos dar alguns detalhes são praxe para compras pela internet:

Para confiar no site:
- No Brasil, a loja online precisa ter CNPJ, número de telefone para contato, além de e-mail e endereço físico da empresa. Em sites internacionais, ferramentas de chat online e e-mail são muito importantes;
- O site deve ter um layout bacana e ser muito organizado: produtos bem divididos por categorias;
- Leia blogs especializados no tema e ter atenção extra com os reviews sobre a reputação do vendedor.
- Verifique se a loja virtual apresenta uma política de troca. Nos sites brasileiros, os compradores têm o suporte do Código de Defesa do Consumidor.
- Pesquise em sites de reclamação, como o Reclame Aqui. Há uma lista com nomes de todas as empresas grandes, que mostra o índice de respostas das demandas dos clientes.
- Sites confiáveis podem ter selos de certificação, como o E-bit. Se você clicar e ir ao site da empresa que concedeu o selo, o site é confiável. Fraudadores normalmente dão um “print” no logo e deixam no site.

Quando escolher o vestido:
- O site deve conter a descrição completa do produto: tecido, cor, detalhes, tamanhos, tipos de decotes, etc;
- Informe-se sobre políticas e prazos de troca;
- Leia comentários de outros compradores a respeito da mercadoria. Normalmente, estarão escritos em outros idiomas, principalmente em inglês;
- E-commerces sérios disponibilizam as críticas positivas e negativas dos produtos;
- Faça o teste: entre em contato com o site e avalie a rapidez da resposta;
- Confie em quem já tem avaliações de usuários.

Na hora do pedido:
- O preço, muitas vezes, está em dólares. Não se esqueça de fazer a conversão (na maioria dos casos, o site fará isso por você);
- Desconfie de preços muito baixos em comparação a outros sites;
- Conheça o seu corpo para não se frustrar. No Noiva nas Nuvens, por exemplo, há um aplicativo que sugere os modelos mais adequados a cada mulher;
- É interessante escolher sites que rastreiem o trajeto da mercadoria até você;
- Peça o vestido com, pelo menos, três meses de antecedência para sua segurança ;
- O pagamento sempre será feito por remessa bancária (0,38% de IOF e demora mais) ou então com cartão de crédito (haverá o IOF de 6,38%);

Depois de chegar:
- Lembre-se de que alguns ajustes deverão ser feitos com a ajuda de uma costureira;
- Além do preço com vestido e taxas de entrega, você terá que pagar um imposto de importação à Receita Federal, em espécie, de 60% sobre o valor da compra;
- Tenha sempre um Plano B.

Como estão os preparativos para o casório? O taofeminino tem mais um montão de dicas para você:

by Isabella Villalba

você também vai <3: