Home / Lifestyle / Sociedade / O fenômeno "muppie": a wonderwoman do século XXI

Lifestyle

O fenômeno "muppie": a wonderwoman do século XXI

by the editorial team Published on 24 de março de 2015

Elas vivem um Pinterest way of life. As unhas estão sempre lindas, as receitas dão certo e os projetos DIY ficam de acordo com a expectativa

Elas estão entre nós e não é difícil encontrá-las: alguns scrolls no Instagram e você esbarra em algum registro do cotidiano perfeito: um clique da mesa no trabalho cool (e mais importante, que paga bem) legendada com um #workinggirl, uma selfie durante as férias em um destino-desejo ou um clique na academia, com top devidamente neon e barriga sequinha... Seja bem-vinda ao mundo das muppies, ou as supermulheres que fazem tudo melhor que você (e eu).

Contextualizando: o termo muppie foi usado pela primeira vez pela autora americana Michelle Miller e é o casamento do conceito de millenials (quem tem RG datado entre os anos 80 e 2000) e yuppies (os jovens urbanos dos anos 80/90 que estudaram em boa universidades e têm empregos que pagam salários de mais de 5 dígitos). Com as mesmas ambições de sucesso corporativo e social a (grande) diferença entre os muppies e a geração Y de 20 anos atrás é a internet. "Ela passa uma hora por dia em blogs, 30 minutos em e-commerces, 40 minutos pensando em encontrar um novo emprego e ao todo uma hora considerando o que ela vai comer no almoço, suas próximas férias e quanto seu trabalho é um desperdício de seu talento.", explica Miller em seu texto para o Huffington Post. Quer saber como identificar uma muppie? Temos 4 evidências:

A nova Carrie Bradshaw

O lifestyle é emprestado de Sex and The City e reforçado por Hannah Horvath e suas amigas na série Girls - da qual, aliás, a muppie não perde um episódio. Ela anda em bandos e com outras representantes de sua classe, tão estilosas e descoladas quanto, e em diferentes meios sociais sabe discorrer sobre política e a última temporada Game of Thrones.

Likeland

Ela segue tendências sem ser vítima da moda e os must-have da estação estão no seu armário antes de virarem carne-de-vaca no Pinterest. Ah, e já que estamos falando de redes sociais: Facebook, Instagram, Twitter...ela tem perfil (bombado de seguidores e likes) em todas as esferas sociais da internet - tudo postado via gadgets high-tech.

#Workhardplayhard

A muppie é carreirista, ambiciosa, do tipo incansável. Em 5 anos ela já trocou 3 vezes de emprego e viu promoções chegarem em velocidade recorde. Publicitária, empreendedora, DJ, ela é tudo ao mesmo tempo e sabe ligar seu nome a marcas e empresas ao invés de trabalhar para elas. E se ela ainda não apresentou sua ideia de aplicativo ou start-up para investidores milionários, acredite, não tardará.

Corpo são, mente sã

Qualquer semelhança com a rotina saudável de uma Gabi Pugliesi ou Carol Buffara não é mera coincidência. O dia da nova superwoman só começa depois de um café-da-manhã funcional e na dispensa tudo é orgânico e de produtores locais. Ela evita glúten, opta por pratos sem lactose e à noite, zero carboidratos. Na agenda fitness: ioga e pilates são seus novos vícios. Não satisfeita ela ainda passa longe de produtos com conservantes e sem responsabilidade sustentável. Ufa!

Será que a muppie existe de verdade?

A questão fica na verdade é se a muppie existe mesmo ou se ela é apenas um retrato utópico para fazer todas as mulheres (que não têm a energia, grana e nem tempo de serem boas em absolutamente tudo) insatisfeitas?

Por aqui, a cada dois meses a gente também decide passar uma chave no pote de Nutella e encher a cozinha de tudo que é integral. Mas aí a gente acaba de TPM e paga qualquer preço por um hambúrguer bem gordinho. Às vezes, decidimos fazer do salto um ritual diário, mas algumas bolhas depois, declaramos nosso amor por um par de sapatilhas. E assim descobrimos quem somos, mulheres normais, daquelas que se viram entre trabalho, filhos, vida social e que ganham o dia quando conseguem um tempinho para manicure. Mulheres felizes com seus pequenos defeitos cotidianos mas que acima de tudo, se assumem como são.

Fique com a gente:

você também vai <3:
2010: Namorados para Sempre
por Redação taofeminino
1982: A Força do Destino
por Redação taofeminino
1994: Lendas da Paixão
por Redação taofeminino
1981: Reds
por Redação taofeminino
Tapete ou toalha de mesa?
por Redação taofeminino
Misture!
por Redação taofeminino
Ponto central
por Redação taofeminino
Contra a parede
por Redação taofeminino
Pequeno e fofo
por Redação taofeminino
Pelos - falsos, mas pelos!
por Redação taofeminino