Home / Beleza / Unhas / Passe longe destes 10 hábitos que prejudicam as unhas

Beleza

Passe longe destes 10 hábitos que prejudicam as unhas

por Monique Garcia Publicado em 12 de julho de 2016

E avance três casas em direção às garras bonitas e saudáveis!

Demos a palavra à manicure Rosângela Santos, do Spa Dios (SP) e à dermatologista Juliana Annunciato, da Clínica Essenza (SP), que listam a seguir os principais erros que comprometem a saúde das unhas:

1 – Roer as unhas

A acidez da saliva as enfraquece, fazendo com que fiquem porosas com o tempo. Além disso, possíveis traumas podem causar infecções que provocam a perda da unha... Ew! Para frear a mania, use bases e soluções com sabor amargo e leia nossa matéria Roer as unhas: conheça os prejuízos e as soluções para se livrar do mau hábito.

2 – Não passar base antes da esmaltação

O produto protege, evitando que o esmalte – formulado com substâncias químicas – entre em contato direto com as unhas. “Sem mencionar que, ao abrir mão da base, perde-se uma série de benefícios, já que existem vários tipos que prometem fortalecer, hidratar, entre outras benesses”, afirma Rosângela Santos, manicure do Spa Dios (SP).

3 – Usar acetona para remover o esmalte

Esse componente desidrata muuuuito as unhas! Opte por removedores que o excluam da fórmula e, logo após seu uso, espalhe hidratante nas mãos, unhas e cutículas.

4 – Digitar no teclado por muitas horas

O atrito das unhas com as teclas também fragiliza. “O quadro é ainda pior com unhas longas”, alerta Juliana Annunciato, dermatologista da Clínica Essenza (SP). Mantê-las mais curtas e investir em bases fortalecedoras pode ajudar...

5 – Fazer as unhas com instrumentos não esterilizados

O uso de alicates e outros materiais que não foram higienizados corretamente é uma brecha e tanto para contrair doenças como micose e hepatite. Quando for ao salão, procure levar seu próprio kit de manicure.

6 – Trocar o esmalte sem dar um período de descanso às unhas

Elas precisam respirar! Por isso, um dia antes de ir à manicure, tire o esmalte e deixe-as nuas. “Assim, evita-se o enfraquecimento e o aspecto amarelado que acomete as unhas de quem usa esmalte com muita frequência”, avisa Rosângela Santos.

7 – Ter contato direto com produtos de limpeza

Detergentes, limpadores multiuso, água sanitária – entre tantos outros – podem ser extremamente prejudiciais por conta de sua química. Para não correr riscos, use luvas de borracha para realizar as tarefas domésticas.

8 – Tirar o esmalte com os dentes (ou com as próprias unhas)

Isso remove uma espécie de camada de proteção das unhas, o que acaba deixando-as vulneráveis a contaminações. “Descamação e opacidade também são comuns nesses casos”, conta Rosângela Santos. Use sempre o bom e velho removedor de esmaltes!

9 – Remover as cutículas

Elas são uma barreira de proteção natural do organismo para impedir a entrada de bactérias e fungos. “Ao tirá-las, as unhas perdem adesão ao leito, o que aumenta as chances de infecções”, explica Juliana Annunciato. O ideal é empurrá-las com a espátula ou remover apenas o excesso a cada 15 dias.

10 – Ter maus hábitos alimentares

Eles influenciam diretamente no aspecto de suas unhas – nunca duvide disso! “Alimentos ricos em biotina, como laranja, castanhas, trigo e melão são essenciais para ter unhas bonitas e saudáveis”, destaca Juliana Annunciato.

Este texto foi escrito por @moniquezg e editado por @cicaarra

Continue com a gente:

por Monique Garcia

você também vai <3: