Home / Entretenimento / Bombando na internet / Pai compartilha luta para cuidar da filha e a história viraliza nas mídias sociais

© Facebook
Entretenimento

Pai compartilha luta para cuidar da filha e a história viraliza nas mídias sociais

by Stéphanie Pereira Lima Published on 13 de novembro de 2015
100 shares

“Ela sorri quando eu olho para ela. Ela é minha melhor amiga e minha pequena sombra. Eu falo com ela sobre tudo – eu sei que ela não entende completamente o que estou dizendo, mas um dia ela irá..."

A história de um pai solteiro tem emocionado inúmeras pessoas no Facebook. Richard Johnson tem apenas 21 anos e é pai da pequena Persephone, agora com 10 meses. Assim que Persephone nasceu, a mãe fugiu com ela para a Califórnia, mas mudou de ideia: ligou para Richard dizendo que, se ele não fosse buscar a criança, ela seria encaminhada para a adoção. O rapaz não pensou duas vezes e viajou imediatamente até o local onde sua filha estava e a levou de volta para casa. Desde o afastamento da mãe, Richard tem lido e estudado por conta própria sobre como ser "pãe" – ele até aprendeu a fazer tranças no cabelo e como pintar unhas. ♥

Richard Johnson e Persephone © Facebook

Nesta semana, Richard compartilhou sua história na página do Facebook “Life of Dad” e, desde então, ela tem rodado pela mídia social, com mais de 15 mil likes e 800 comentários de apoio. Após ver que existiam outros pais solteiros em situações parecidas, Richard encontrou confiança para seguir em frente, aprender e ensinar coisas para os outros pais que também curtem a página.

Em um post, o pai de Persephone desabafa:
“Meu nome é Richard Johnson e eu sou um pai solteiro de uma linda menina chamada Persephone. Um mês depois de seu nascimento, sua mãe nos abandonou. Nós ainda não sabemos exatamente o porquê, mas suspeitamos que ela esteja passando por depressão pós-parto. Eu estava tão nervoso sobre ser pai no geral, mas agora eu era um pai solteiro e tinha que cumprir dois papéis. Eu não tinha certeza se conseguiria fazer isso.

Eu tinha lido todos os livros sobre 'novos pais', poderia encontrar e assistir 1000 horas de vídeos no YouTube sobre cabelos e como pintar unhas. Então eu comecei a acompanhar a página mais de perto e vi que haviam outros pais que estavam passando por situações parecidas com a minha. A página me transformou em um grande impulsionador da confiança e me ajudou a passar por tudo isso.

Eu sempre olho as fotos e leio as histórias de incríveis pais que estão nessa página. Vocês realmente ajudaram a mim e a minha filha em uma época muito difícil.

Nós dois estamos muito felizes agora e continuamos crescendo juntos. Ela está com 10 meses e agora até meus amigos me perguntam e querem conselhos constantemente. Percorremos um longo caminho, ela e eu, e nós, definitivamente, devemos parte disso à página e a todos que fazem parte dela. Então, nós dois queremos dizer obrigado.”

Em declaração ao Yahoo, Richard confessou que não imaginava ser pai, parte disso devido ao seu próprio pai não ter sido um bom exemplo no seu crescimento, mas quando ele conheceu sua mulher tudo mudou e eles tomaram a decisão de começar uma família. Apesar de tudo, Richard diz não ter nenhuma mágoa da mulher, pois acredita que ela esteja passando por depressão pós-parto e agora ele está focado em dar tudo de melhor para sua filha.

​“No início, quando eu estava sozinho, eu estava tão deprimido que eu não queria ver um monte de casais com seus filhos”, ele disse. "Porém, ao ver a página Life of Dad, descobri que existem outros pais solteiros lá fora. Às vezes as pessoas passam por situações horríveis e é inspirador ler suas histórias”.​

Richard também fez algumas pesquisas para saber se ele seria capaz de cumprir algumas das funções maternais que Persephone poderia precisar. “Eu nunca estive em torno de bebês, certamente não sabia nada sobre meninas. Mas eu perguntei aos meus amigos que já tinham tido meninas. Eu comecei a aprender como fazer trança e, eu não estou me gabando, mas agora eu faço uma trança melhor do que a maioria das mulheres. Ela ainda não tem cabelo, mas eu quero estar preparado! ”. Ele adora ficar com ela escolhendo roupas e espera que um dia ele seja capaz de explicar o que aconteceu com a mãe de uma forma que Persephone não sinta qualquer tipo de raiva.
“Agora eu olho sempre para a frente, porque é tão incrível vê-la”, ele diz. “Ela sorri quando eu olho para ela. Ela é minha melhor amiga e minha pequena sombra. Eu falo com ela sobre tudo – eu sei que ela não entende completamente o que estou dizendo, mas um dia ela irá... algumas pessoas no Facebook dizem que ela tem sorte, mas eu quem sou sortudo por tê-la”.

Quando Richard viu quantas pessoas ficaram tocadas com sua história, ele resolveu escrever novamente para a página Life of Dad:
“Estive lendo comentários de todos e estaria mentindo se disse que não fiquei um pouco emocionado. Vocês realmente não poderão entender o quanto as palavras de todos significa para mim. Eu estou constantemente me criticando sobre como posso ser um pai melhor e este foi apenas o remédio certo que eu precisava”.

​Ele também pediu que as pessoas parassem de falar coisas negativas sobre o abandono da mãe de Persephone: “Depressão pós-parto é realmente uma coisa trágica e eu não o desejaria nem para o meu pior inimigo”.

Richard disse que embora ele tenha passado por dias difíceis, “chorando porque eu não tinha certeza de que eu seria um pai suficientemente bom para ela”, ele finalmente tomou a decisão de parar de chorar e lutar para ser feliz e ainda completa: “isso vai ser algo que eu sempre lembrarei e guardarei para o resto da minha vida. Eu vou salvar tudo isso. Vocês todos realmente levantaram um cara que estava apenas tentando ser o melhor pai que ele poderia ser. Eu sou grato a cada um de vocês. Obrigado”.

Richard Johnson é um EXEMPLO, fala sério! Sua história deve ser dividida com o mundo ♥

Fonte: Daily Mail

Continue se emocionando com a gente:
Após perder esposa, homem recria ensaio fotográfico com sua filha
Isso é o que acontece quando um pai é deixado sozinho com seus filhos
Este pai fez seu filho com Síndrome de Down voar

by Stéphanie Pereira Lima 100 shares

você também vai <3: