Home / Comportamento / Carreira / Como alavancar sua carreira em 5 passos

© iStock
Comportamento

Como alavancar sua carreira em 5 passos

by Karen Carneti Published on 6 de junho de 2016

Prepare caneta e bloquinho (pode ser o app do celular, vai...) e anote já nossas dicas certeiras!

Avançar na carreira, subir na profissão, ser bem-sucedida...tudo isso significa diferentes coisas para diferentes pessoas. Mas, uma coisa é quase certa: ninguém quer ficar parado, estagnado em uma posição e sem o devido reconhecimento dos superiores, né?

Para que isso não aconteça, conversamos com profissionais e destrinchamos aqui o bê-á-bá da ascensão profissional. Tome nota:

#1. Autoconhecimento é essencial

Autoconhecimento e aprendizado contínuo são grandes competências associadas ao desenvolvimento profissional. É preciso descobrir seus talentos naturais. No que você é melhor? Quais talentos possui que a colocam na sua melhor versão?

Feito isso, é preciso investir neles. “Se você sabe que o Inglês fluente é importante para que seu perfil em determinada empresa seja percebido como diferenciado, deve tomar a iniciativa de aperfeiçoar-se no idioma, e não esperar que a empresa mude suas prioridades em relação à língua”, é o que afirma Selma Fredo, diretora de transição de carreira da STATO, Consultoria de Movimentação de Talentos que atua no sudeste do Brasil.

Marisa Godoi, coach e sócia proprietária da Êxito Gestão de Carreira (SP), concorda, e complementa que é interessante, ainda, procurar funções nas quais você possa exercitar esses talentos. Segundo o Instituto Gallup dos Estados Unidos, pessoas que trabalham com seus talentos afirmam que possuem uma qualidade de vida 3 vezes melhor e são 6 vezes mais engajadas em seus trabalhos. “Quando você estiver na sua melhor versão, o reconhecimento será consequência, virá naturalmente”, diz a especialista.

#2. Entenda o que significa reconhecimento

Antes de mais nada, é preciso entender o significado de “reconhecimento” dentro de uma empresa. Para muitas, mais estruturadas em suas políticas de recursos humanos, é um bônus, associado a indicadores de performance. Mas também pode ser uma promoção, uma viagem, um curso...

Se a empresa não tiver políticas claras de reconhecimento via indicadores de performance, vale a pena o funcionário ou o chefe terem a iniciativa de elencá-los. Do contrário, o reconhecimento pode parecer associado ao “gostar ou não gostar de alguém”, a preferências pessoais. “Quando as regras são claras, fica mais fácil premiar, reconhecer e garantir que os demais funcionários busquem atingir a mesma excelência de desempenho daqueles que foram premiados”, explica Selma.

#3. Tenha iniciativa

Para ambas as profissionais, um dos grandes problemas de quem não consegue subir degraus na carreira é a falta de iniciativa. Marisa acredita que há muitos colaboradores, que, embora em grande sofrimento pessoal com esta questão, estão literalmente de braços cruzados, esperando que o seu gestor imediato ou a área de Recursos Humanos faça seu plano de carreira e seu plano de desenvolvimento para suas vidas. “Ao pensar nas prováveis futuras mudanças profissionais, reflita se serão coerentes com seu propósito de vida, seus valores, seus talentos naturais. Você tem necessidade de estudos complementares ou desenvolvimento de competências? Há determinado movimento a ser evitado? Quais são suas restrições de carreiras?”.

Entenda também que atitude é postura. Para Selma, uma postura positiva, proativa, interessada pelo novo e que não seja derrotista sempre é muito bem-vinda. Ter estas atitudes, no entanto, não significa necessariamente ser desinibida, popular ou carismática. “Uma pessoa que trabalha numa área como a de Pesquisa e Inovação pode ser muito bem-sucedida sendo sóbria, concentrada, focada e até mais calada do que seus colegas de outras áreas de negócio. Sua sobriedade pode ser justamente a atitude valorizada por seus pares e chefes”.

#4. Encontre um equilíbrio entre vida pessoal e profissional

O sucesso na carreira não pode ser dissociado da valorização da qualidade de vida e da satisfação pessoal. Mesmo que o trabalho ocupe boa parte de nossa vida pessoal, ele não se iguala a ela. Não podemos deixar que nossa energia vital se esvaia apenas nesta atividade. Praticar esportes, conviver de verdade com a família e os amigos, ter prazer em atividades e aprendizados fora do escritório são caminhos para a reposição da energia que o trabalho nos exige.

Além disso, também é importante, como dito anteriormente, trabalhar em cima dos seus talentos. Desta forma, você terá um grande nível de satisfação pessoal e viverá uma vida na sua plenitude.

#5. Dicas úteis

Pedimos para as profissionais as melhores dicas de como alavancar a carreira. Eis aqui as respostas (incluindo algumas explicações já citadas anteriormente):

“Seja você o agente de mudança. Tenha iniciativa. Estude. Mantenha-se atualizada em relação ao segmento de mercado em que se situa a empresa em que você trabalha. Conheça os produtos ou serviços que ela produz ou comercializa. Interesse-se pelo trabalho dos seus companheiros, vá além de sua caixa. Acreditando em tais atitudes, você as desenvolverá e transformará em competência. E esta você não deixará engavetada no escritório – seguirá com você pela vida afora, tornando-a um profissional e uma pessoa muito melhor”, acredita Selma.

Já para Marisa, “A principal responsabilidade de cada colaborador é o profundo exercício da autopercepção, bem como compartilhá-la com todos ao seu redor. Se a pessoa não souber quais são seus talentos, além de suas necessidades e tendências naturais, não conseguirá administrar construtivamente sua vida profissional. As pessoas precisam tomar as rédeas de suas vidas e aprender mais a seu próprio respeito. Amplie seu autoconhecimento mediante novas oportunidades de observar a si mesma e tire conclusões do que observa. Conhecer a si mesma é uma tarefa para toda a vida. Adquira o hábito de analisar suas reações frente todas as experiências novas para conhecer seus talentos”.

Este texto foi escrito por @karencarneti e editado por @cicaarra.

Continue no taofeminino :)

Mais dicas de Carreira? É pra já:

Você precisa parar de pedir desculpa no trabalho – eis aqui o porquê
Etiqueta digital: é melhor você tomar cuidado com o que posta nas redes sociais
4 razões pelas quais você deveria criar laços com suas colegas de trabalho
Descubra como criar sua marca pessoal nas mídias sociais (e na vida offline também!)
6 jeitos de trabalhar mesmo quando você não está inspirada

by Karen Carneti

você também vai <3: