Home / Entretenimento / Famosos / 17 famosos provam que o feminismo não é importante só para as mulheres

© Getty
Entretenimento

17 famosos provam que o feminismo não é importante só para as mulheres

by Ana Paula Sanches Published on 16 de junho de 2015
A-
A+

Além de lindos e talentosos, eles sabem que a igualdade dos direitos é fundamental

Nós, mulheres, já sabemos há tempos a importância do feminismo. Nossos trabalhos, direito de voto, liberdade de expressão, divórcio... Praticamente todos os direitos que temos hoje se devem a diversas batalhas que nossas antepassadas travaram.

Infelizmente, muitos homens ainda não reconhecem a importância do movimento feminista e acham que ele é uma perda de tempo. Para o nosso alívio, esses 17 caras a seguir mostram que além de lindos e talentosos, são defensores da igualdade de direitos e admiradores da causa. Você vai sentir (mais) orgulho de ser​ fã deles <3:

1. John Legend

O "Legend" desse cara não está só no sobrenome: ele é uma lenda mesmo. <3 John Legend defende o empoderamento feminino e acredita que isso pode tornar a nossa sociedade melhor.

"Nós somos melhores quando as mulheres são empoderadas. Esse é o caminho para uma sociedade melhor".

2. George RR Martin

Durante uma entrevista, R.R Martin foi questionado sobre a forma impecável que ele usa para descrever as mulheres de suas histórias. A resposta não poderia ser mais simples e direta:

"Eu sempre considerei as mulheres pessoas".

- "Eu percebi que as personagens femininas são muito diferentes... De onde isso vem?"
- "Bom... Eu sempre as considerei pessoas".

3. Tom Hiddleston

Ok, o Tom pode até não ter uma frase de destaque sobre o feminismo, mas ele já demonstrou sua empatia pelo movimento diversas vezes. Em uma das mais conhecidas, ele postou uma foto no Instagram segurando uma placa com a hashtag #HeforShe, uma campanha de igualdade de gêneros criada pela ONU e que contou com um discurso de apoio arrebatador da atriz Emma Watson.

4. Ashton Kutcher

O ator norte-americano Ashton Kutcher já deu declarações incríveis sobre questões relacionadas ao prazer feminino, que é um dos pontos mais discutidos pelo movimento feminista.

"A única coisa que nos ensinam nas escolas é como evitar uma gravidez,mas ninguém fala sobre o sexo como uma forma de prazer feminino. Isso resulta em uma sociedade com mulheres que não são empoderadas sobre a sua sexualidade".

5. Aziz Ansari

Em seu novo programa de TV, o ator Aziz Ansari falou várias vezes sobre questões que assombram as mulheres diariamente: perseguições, medo de abusos sexuais e afins.

"Uma das coisas que alguns caras fazem é seguir mulheres aleatoriamente. Parece que eles simplesmente olham para elas e pensam "ok" e, em seguida, seguem-as por horas. Levante a sua mão se você é uma mulher e já foi seguida por um cara desses. Viram quantas mãos levantadas? Isso não deveria acontecer".

6. Daniel Craig

O ator famoso por interpretar James Bond defendeu vivamente a igualdade de direitos em um vídeo feito pela entidade We are Equals para celebrar o Dia Internacional da Mulher em 2011.

"As mulheres são responsáveis por 2/3 do trabalho realizado em todo o mundo, porém ganham apenas 10% do valor total dos salários e são proprietárias de apenas 1% dos estabelecimentos. Então, nós somos iguais? Não devemos parar de fazer essa pergunta até que a resposta seja 'sim'".

O vídeo está disponível em inglês:

Loading...

7. Patrick Stewart

O ator britânico Patrick Stewart tem fortes motivos para condenar a violência doméstica à mulher: ele cresceu numa família em que sua mãe sofria constantes abusos do seu pai e, como se não fosse o bastante, lembra-se de sempre ouvir os policiais ou enfermeiros dizendo coisas do tipo "ela deve ter provocado" e "uma briga sempre tem dois culpados". O tempo pode ter passado, mas infelizmente em muitos lares a situação continua a mesma - e Stewart sabe disso:

"Eles não têm ideia. A verdade é que minha mãe não mereceu a violência que sofreu. Ela NÃO provocou o meu pai, e mesmo que tivesse, a violência é uma forma de conflito inaceitável. A violência é uma escolha feita pelo homem e ele é o responsável por isso".

8. Pierce Brosnan

Pierce Brosnan e sua mãe sentiram na pele os efeitos de viver numa sociedade machista: seu pai abandonou a família muito cedo e sua mãe sempre foi apontada como "a mãe solteira", como se isso fosse culpa dela ou motivo para vergonha. É, parece que dos anos 1950 para cá pouca coisa mudou nesse sentido...

"Meu pai fugiu e minha mãe nunca mais o viu. De repente nós éramos o assunto nas missas de domingo, nunca diretamente, mas sempre surgiam assuntos que insinuavam o problema de ser mãe solteira e de como algumas pessoas estragam seus casamentos. "

9. Joseph Gordon Levitt

O ator Joseph Gordon Levitt também tem algumas palavrinhas a dizer sobre o feminismo:

"Nossa cultura frequentemente retrata as mulheres apenas como objetos. Sempre que uma líder de torcida chegava perto de nós, a minha mãe fazia questão de dizer "olha, isso é o que você está vendo: os homens são aqueles atletas heroicos e habilidosos. As mulheres são apenas as bonitinhas". Ela queria que eu e meu irmão compreendêssemos esse contexto que vivemos, porque se nós apenas víssemos na TV e em revistas e não parássemos para pensar, isso nos faria perceber a realidade de uma forma diferente".

10. Mark Ruffalo

Há algum tempo atrás houve uma discussão na internet com o tema "eu não sou feminista", e o ator Mark Ruffalo não conseguiu ficar calado diante de tantas opiniões machistas e preconceituosas:

"Em primeiro lugar, vocês claramente não sabem o que é o feminismo. Mas eu não vou explicar isso a vocês, vocês podem jogar no Google.

Mas, aqui vai o que eu acho que vocês deveriam saber:

Vocês estão insultando todas as mulheres que foram forçadas a ficar numa cela de prisão para lutar por seus direitos de votar há menos de 100 anos.

Vocês estão degradando todas as mulheres que diariamente têm que ir a um centro de tratamento pós-estupro, que não existiriam se não fosse o movimento feminista.

Vocês estão denegrindo todas as mulheres que lutaram para criar a lei contra o estupro matrimonial (ele era legal nos EUA até 1993).

Vocês estão cuspindo em todas as mulheres que lutaram para conquistar o direito de propriedade (1848). Pela abolição da escravidão. Pelo direito ao divórcio. Pelo direito ao acesso a métodos contraceptivos. Pela permissão para trabalhar forma de casa. Pela lei que torna a violência doméstica um crime.

Em resumo: vocês não sabem do que estão falando. Vocês tiram proveito dos sacrifícios dessas mulheres todos os dias das suas vidas. Quando você tem orgulho de falar que não é feminista, você cospe nas batalhas diárias que as mulheres passaram nos últimos 200 anos. Você morde a mão que alimentou a sua liberdade, segurança e voz.

Em resumo: danem-se vocês, seus ignorantes".

11. Príncipe Harry

O príncipe mais amado pelas plebeias do mundo todo também falou sobre a importância da luta pela igualdade de gêneros e empoderamento feminino:

"Obrigada por apoiarem os direitos femininos. Nós sabemos que quando as mulheres são empoderadas, elas melhoram imensamente as vidas de todos que estão ao seu redor - suas famílias, comunidade e seus países. Isso não é só para as mulheres, nós homens temos que reconhecer a nossa parte também: temos que tratá-las com a dignidade e o respeito que elas merecem".

12. The Dalai Lama

Dalai Lama foi simples e objetivo:

"Eu me considero feminista. Não é assim que se chama alguém que luta pelos direitos da mulher?"

13. Barack Obama

Em um dos discursos que promovia a sua proposta de melhorar a qualidade de vida das mulheres, o presidente dos Estados Unidos Barack Obama falou sobre a igualdade de gêneros nas relações de trabalho:

"As mulheres não podem esperar por salários igualitários e eu não vou parar de lutar para diminuir essa disparidade".

14. Ezra Miller

Ezra Miller participou da campanha "One Billion Rising To Stop Violence Against Women" (em tradução livre, "1 bilhão de pessoas lutando para parar a violência contra a mulher") e discursou mara centenas de pessoas na Times Square, nos Estados Unidos, falando sobre a misoginia e a violência doméstica:

"Uma em cada três mulheres no mundo vão passar por alguma experiência envolvendo violência doméstica ou estupro ao longo de sua vida. Para mim, todas as causas revolucionárias devem começar combatendo a misoginia".

15. Ian Somerhalder

A entidade norte-americana Women Aid UK, que luta pelos direitos das mulheres, realizou a campanha "The Real Man" e convidou diversas celebridades para discursar sobre o comportamento do homem em relação à mulher. Ian Somerhalder foi um dos participantes:

"Eu quis fazer parte dessa campanha porque é muito fácil as pessoas esquecerem quantas mulheres vivem suas vidas com medo devido à violência doméstica. Os homens têm um papel importante difundindo a mensagem de que homens de verdade não machucam ou abusam das suas parceiras".

16. Will Smith

Como pai, o ator Will Smith tem dado o seu papel para fazer com que Willow, sua filha, empodere-se cada vez mais. Nós sabemos o quão difícil é criar uma mulher numa sociedade machista, e foi justamente sobre isso que Smith falou:

"Nós deixamos a Willow cortar seu próprio cabelo. Quando você tem uma filha, como você pode dizer que é você quem controla o seu corpo? (...) Ela tem que comandar o seu corpo, porque então quando ela resolver cair no mundo, ela vai saber que o comando é todo dela, e não meu. Ela vai estar acostumada a tomar suas próprias decisões".

17. Daniel Radcliffe

Radcliffe foi simples e direto na hora de demonstrar o seu apoio pela causa feminista:

"Eu acredito que todo mundo deve ter direitos iguais".

Mais matérias sobre as celebridades que a gente A-DO-RA:

• 18 razões para Emma Watson ser nossa musa inspiradora
• 14 momentos que provam que Nori vai ser a big sis mais fofa de todas
• Você acha que sabe o nome verdadeiro dessas celebridades? Pense de novo!
• 18 vezes em que Anna Kendrick provou que é uma de nós

by Ana Paula Sanches

você também vai <3:

por Redação taofeminino