Home / Maternidade / Filhos / Experimento social comprova que a internet pode ser muito perigosa para adolescentes

Maternidade

Experimento social comprova que a internet pode ser muito perigosa para adolescentes

by Ketlyn Araujo Published on 13 de agosto de 2015

Se você pensava que, para estar em perigo, seus filhos tinham que sair de casa, reveja seus conceitos

Pedófilos se escondem atrás do anonimato da internet há anos – mas, infelizmente, parece que alguns adolescentes pensam que os conselhos dados pelos pais sobre os perigos de conversar com estranhos online são apenas bobagem.

O youtuber americano Coby Persin, de 21 anos, montou uma "armadilha" a fim de ajudar alguns pais de Nova York a ensinar aos filhos o quão real a ameaça de pedófilos, estupradores e sequestradores pode ser. Para isso, ele criou um perfil fake no Facebook, se passando por um adolescente de 15 anos para atrair as meninas a situações de potencial perigo. O primeiro passo era iniciar uma amizade com elas através de conversas virtuais.

“O quão fácil é para um pedófilo sequestrar uma menor de idade usando as redes sociais? ” Pergunta Coby em seu mais novo vídeo. “Criei um perfil falso no Face como se fosse um garoto de 15 anos”, explica ele, mostrando a página referente a um adolescente de nome Jason Biazzio. “Com a permissão dos pais das meninas, eu solicitei a amizade delas”.

Coby não fez muito esforço para conseguir marcar um primeiro encontro com as garotas, que tinham entre 12 e 14 anos. Bastaram três ou quatro dias de conversa – por SMS e pelo Facebook – até que elas topassem encontrá-lo nas próprias casas ou em regiões próximas, como parques.

“O que percebemos nesse vídeo é chocante e uma coisa que todo mundo deveria ver”, diz ele. A primeira garota a aparecer no vídeo chama-se Mikayla, que se mostra muito confiante ao levar “Jason” a sério, acreditando que ele seja só mais um adolescente da sua idade. O fato dos dois nunca terem se encontrado ou não terem amigos em comum não fez diferença nenhuma na atitude de Mikayla.

Após receber a solicitação de amizade, a garota de 13 anos pergunta de onde ele a conhece. “Eu acabei de me mudar da Flórida para a sua cidade”, diz Coby com um emoji sorridente. O rapaz não precisou nem especificar o nome da cidade.

A terceira garota que aparece no vídeo se arrisca ainda mais. Ela topa encontrar com o "amigo" virtual dentro do carro dele onde, na verdade, estão seus pais. As reações, tanto dos pais quanto das meninas, são surpreendentes.

Coby conclui o vídeo observando que existem mais de 750 mil criminosos sexuais registrados vivendo atualmente nos Estados Unidos. Talvez os pais precisassem ter mais discussões com seus filhos sobre o que poderia acontecer se eles agissem de forma irresponsável.

Confira o vídeo completo abaixo:

Loading...

Você também vai gostar de:

+ Meu filho sofre bullying, e agora!?
+ Amor acima de tudo: pais fazem tatuagens para dar apoio aos filhos
+ 16 situações que todo filho de pais separados conhece bem
+ 11 coisas que você costumava fazer antes de ter filhos (e agora sente uma falta danada)
+ Os 10 mandamentos da mãe de primeira viagem

by Ketlyn Araujo

você também vai <3: