Home / Beleza / Maquiagem / O certo e o errado do iluminador

Beleza

O certo e o errado do iluminador

by Fernanda Guimarães Published on 12 de maio de 2015

E fez-se a luz... e um make poderoso!

O que é, o que é: ele é o segredinho (nem tão secreto assim) dos melhores experts em beauté, obrigatório nos backstages das passarelas, faz to-da a diferença em qualquer maquiagem... Pele com vida e contorno bem feito são algumas das benesses de um iluminador bem aplicado.

Apesar de unânimes nos melhores kits de beleza, nem todos os iluminadores nascem iguais: diante do menor vacilo, se transformam em um passo em falso no make. Conversamos com a maquiadora oficial da Benefit no Brasil, Mariana Ishizaka, para salvar sua pele (literalmente) e damos o caminho das pedras para escolher e aplicar o iluminador. A tarefa de arrasar fica por sua conta, ok?

Sobre a textura

Existem três tipos de iluminadores: líquidos, cremosos e em pó. O de praxe é que garotas de pele seca evitem produtos em pó enquanto quem tem pele oleosa dispense versões em creme. Mariana aprova as fórmulas líquidas, que funcionam com qualquer tipo de pele e ainda podem ser misturadas à base ou ao hidratante.

Ao aplicar iluminadores líquidos ou cremosos, você tem passe livre para usar a ponta do dedo médio e/ou anelar com batidinhas. Produto em pó pede um pincel igual ao do blush.

Iluminador líquido Ourex, Quem Disse, Berenice?, R$36 © Divulgação

Brillo o no brillo?

Cintilante ou opaco – aqueles que vêm geralmente em formato de caneta e são bem clarinhos? Anote: os opacos são ótimos para complementar a correção da pele: “Podemos usá-los antes do corretivo, ajudando a usar menos produto na hora da cobertura”, explica Mariana. Mas nada de iluminadores muito claros - a gente explica bem bonitinho como escolher o certo para o seu tom de pele já, já! Ninguém quer aquele efeito panda invertido...

Ah, e é ok usar dois iluminadores no mesmo make, viu? Corrigiu com o opaco, taca-lhe pau na cintilância (comedida, por favor!) na zona C, arco do cupido, ponte do nariz...

Qual cor de iluminador devo usar para o meu tom de pele?

A regra é clara: tons mais frios casam melhor com peles mais branquinhas e nuances mais quentes, com quem tem a pele mais escura. Imagina só: um iluminador dourado ficaria mais para um blush para Marina Ruy Barbosa, ao passo que para alguém como Lupita Nyong’o seria a tacada final para um make-luz. Com a ajuda de Mariana, esmiuçamos:

Peles claras: as branquinhas podem usar iluminadores com fundo prateado (mais frio) sem medo de ficar esbranquiçado

Peles de tom médio a morenas: é o tom mais democrático de todos e aceita bem qualquer cor do produto. O trunfo de Mariana: iluminador champagne.

Peles negras: passe longe dos perolados ou rosados – eles podem acabar acinzentando a pele. De Beyoncé a Lupita Nyong’o, a melhor cor de iluminador é puxada para o bronze ou dourado.

Sun Beam, Benefit, R$120 © Divulgação

Como usar o iluminador para dar dimensão ao rosto?

O iluminador não vive de carreira solo. Como qualquer fã de Kim Kardashian sabe, o produto vem sempre casado com um contorno de rosto ou bronzer. Quando a duplinha é usada em pontos estratégicos cria um efeito de luz e sombra, redesenhando o rosto (leia-se, afinando o nariz, maçãs do rosto, etc). Explicamos:

Afinar o nariz
Para criar essa ilusão, ilumine a ponte do nariz (a parte reta e central do osso). Trace uma linha de iluminador do alto da ponte (um pouco abaixo das sobrancelhas) até um pouquinho antes da pontinha do nariz. A carga extra de luz vai fazer com que essa área "salte" do rosto, dando a impressão de um nariz mais fino. O truque funciona tão bem que temos um dossiê de como afinar o nariz com maquiagem, corre lá!

Afinar o rosto
A mesma ideia para diminuir o nariz vale também para o rosto. Ilumine a área central: entre as sobrancelhas, ponte do nariz, "v" em cima dos lábios superiores (o chamado arco do cupido) e queixo. Afine as maçãs usando um contorno de rosto esfumando no vão logo abaixo do osso das maçãs, da orelha até metade do rosto (para identificar essa região faça um biquinho. Ali onde fica mais “fundo” é o lugar onde vai o contorno).

Destacar o olhar
Para destacar o olhar, o ideal é iluminar abaixo das sobrancelhas, principalmente abaixo do arco. Experimente também usar um pouquinho do iluminador no canto interno do olho para dar um tchã no olho esfumado preto.

Dar mais vida à pele
Receitinha para aquela pele "acordei linda": misture um pouco de iluminador líquido com a base líquida que você usa normalmente. Aumente a carga aplicando iluminador especialmente nas têmporas e as maçãs do rosto. Quem tem pele oleosa deve evitar passar o produto no rosto todo. Nesse caso, aplique a mistura de iluminador com a base apenas na zona C (têmporas e alto das maçãs).

Tem mais:

by Fernanda Guimarães

você também vai <3: