Home / Bem-Estar / Dieta / Jejum Intermitente: algumas coisas que você precisa saber sobre a dieta do momento

© istock
Bem-Estar

Jejum Intermitente: algumas coisas que você precisa saber sobre a dieta do momento

by Alexandra Guida Published on 1 de setembro de 2017

Guarde este nome. A mais nova queridinha em matéria de dietas atende por Jejum Intermitente

Novas dietas sempre surgem por aí e vêm junto com elas, aquelas regrinhas que vão ditar o que você poderá ou não fazer - dependendo se a sua intenção for perder peso, ganhar massa, manter a forma… Por sinal, você já deve ter ouvido falar sobre os maravilhosos benefícios de fazer várias refeições ao dia, certo? Mas, e se jogássemos essas informações fora, e disséssemos que, agora, a moda consiste apenas em fazer duas refeições ao longo do dia?

Esse foi o resultado apontado por um estudo da Universidade da Califórnia - concluindo que, fisiologicamente, comer apenas duas vezes ao dia é o ideal, e traz vários benefícios para o corpo. Te contamos tintim por tintim a seguir.

O que é o jejum intermitente?

A ideia do jejum intermitente é exatamente essa que explicamos acima. Ou seja, alternar horas sem comer e períodos em que é Ok ingerir alimentos. Existem diferentes formas de seguir essa dieta, levando em conta o tempo em que a pessoa fica sem comer. Os mais conhecidos são o 16/8, jejum 24, jejum 48 e e 5/2 - o primeiro, também chamado de Lean Gains, é o mais praticado - e também o mais indicado para quem quer começar na dieta, já que não envolve grandes dificuldades. Olha só:

O 16/8 consiste em fazer 16 horas de jejum, seguido por períodos de alimentação a cada 8 horas. Por exemplo, se realizarmos a primeira refeição do dia às 13h, devemos ingerir todas as calorias entre esse horário e às 21h. Depois, ficamos mais 16 horas sem comer, podendo nos alimentar novamente só às 13h do dia seguinte.

Mas não vá achando que está liberado comer o que quiser nesse período, viu? “O jejum intermitente é uma dieta que retira carboidratos simples e complexos. Porém, permite proteínas, gorduras saturadas, monoinsaturadas, poliinsaturadas e vegetais”, explica a nutricionista comportamental Patrícia Cruz (SP). A sua dieta deve ser o mais equilibrada e saudável possível. Afinal, o corpo precisa de todos os nutrientes para funcionar corretamente. Descarte as comidas congeladas, as processadas, os refrigerantes e os doces. Prefira carnes, peixes, massa (integral, se possível), frutas e legumes.

Os benefícios do Jejum Intermitente

Além da perda rápida de gordura, outros benefícios do jejum intermitente são:

▸ Ajuda a reduzir o colesterol ruim e triglicerídeos;
▸ Melhora o funcionamento do pâncreas, a sensibilidade à insulina e o uso de glicose como energia;
▸ Protege de problemas cardiovasculares;
▸ Melhora o autocontrole e normaliza os níveis de grelina, também conhecida como o hormônio da fome.

O Lean Gains - ou 16/8 - é o mais recomendado para mulheres

Se você costuma comer várias vezes por dia é importante ir com calma na hora de adotar esse estilo de dieta. O mais aconselhável é iniciar o processo pelo jejum 14/10, uma variante do 16/8, ou Lean Gains. Faça jejum por 14 horas e depois coma nas 10 horas seguintes. Comece reduzindo o número de refeições para três (café da manhã, almoço e jantar) e, quando estiver acostumada, tente reduzir o número de calorias comendo apenas duas vezes.

Por ter os horários mais equilibrados, o método Lean Gains permite fazer exercícios físicos sem riscos. Mas é preciso alterar um pouco a dieta. Nos dias de treino, aumente em 20% o consumo de calorias - principalmente carboidratos - e, nos dias de descanso, reduza esse número (comendo menos 20% de carboidratos). O mais recomendado é fazer exercícios de força três vezes na semana, e preferir alimentos ricos em proteínas.

Embora a perda de peso seja real, nem todos os especialistas são adeptos ao método. Para Patrícia, por exemplo, a redução de peso deve ser tratada além dos números da balança. “Em termos nutricionais, não há nenhuma vantagem, pois não melhora o hábito alimentar e não auxilia o paciente a fazer melhores escolhas a longo prazo”.

Atenção! Nem todo mundo pode adotar o jejum intermitente como forma de perder peso. Idosos, crianças, adolescentes, gestantes e pessoas com quadros específicos de diabetes, hipertensão, dislipidemia e/ou transtornos alimentares devem ser desencorajados a seguir qualquer dieta restritiva.

Ainda não acabou!

Veja também: Mantendo a forma como uma antiga estrela de Hollywood

Mantendo a forma como uma antiga estrela de Hollywood © Arte de Tanya Leigh Washington

Continue no taofeminino

10 lanchinhos que parecem saudáveis mas não são
Manja tudo quando o assunto é nutrição? Tente responder esse teste
A vez do MMA

taofeminino ♥ Pinterest

by Alexandra Guida

você também vai <3: