Home / Moda / Estilo / Minimalismo à brasileira: conheça a Lina Dellic, marca adepta ao slow fashion e consumo consciente

Moda

Minimalismo à brasileira: conheça a Lina Dellic, marca adepta ao slow fashion e consumo consciente

by Alexandra Guida Published on 22 de julho de 2016
57 shares
© Reprodução

“Queremos fazer bonito aquilo que nos faz bem” é a frase que define a marca – de acordo com as próprias criadoras

Comprar roupas a preço de banana – e de qualidade um tanto duvidosa – pode até ser legal para o nosso bolso, mas você já parou para pensar no que é feito para que o valor das peças fique tão baixo? Materiais e tecidos de baixa qualidade e condições de trabalho muitas vezes degradantes nas fábricas têxteis são problemas que ainda precisam ser superados.

Pensando nisso, a marca brasileira Lina Dellic, criada em novembro de 2015, investe forte no slow fashion – que defende a produção de peças atemporais, feitas à mão e de qualidade, para que durem bastante – e no consumo consciente. Prezando pela união e expressão das mulheres, as idealizadoras Gabriela Bereta e Marina Zaguini disseram, em entrevista ao site FTC, que a marca e seus conceitos nasceram da vontade de impactar positivamente a vida das pessoas. “Percebemos que a consciência na hora de consumir era mais que necessária. E foi aí que identificamos qual seria nosso papel como marca. A Lina já nasceu agarrada na ideia do consumo consciente e informada sobre a necessidade de se valorizar com tanto amor cada etapa da produção de suas peças, e as pessoas que estão por detrás delas”.

Com pegada minimalista, a Lina Dellic apresenta paleta de cores mais sóbrias (como o preto e o branco) e cortes geométricos, e usa, principalmente, tecidos como algodão, poliéster, viscose e seda. Outro conceito com o qual a marca trabalha é o do armário-cápsula, ideia que surgiu nos anos 1970 com Susie Faux – criadora da Wardrobe – e ficou mais conhecida com uma coleção de Donna Karan. Caso você não esteja tão familiarizada com o tema, o espírito da coisa é o seguinte: manter poucas e boas peças que tenham uma paleta de cores específica e que combinem umas com as outras. O ideal é que elas tenham cortes clássicos, para durarem por muito tempo sem sair de moda.

O nome Lina Dellic foi pensado para representar tudo em que as fundadoras acreditam. “Lina Dellic é o resultado da união do nome Lina com uma representação do termo ‘delicada’. Quando falamos de ‘Lina’, estamos falando de alguém confiante e autêntico”. Gabi e Zags – apelidos das donas – contam que a inspiração vem daquilo que se diferencia e que, apesar de tudo ser referência, transformar inspiração em realidade depende da maneira como você enxerga as coisas.

Lina Dellic: slow fashion e consumo consciente © Divulgação

Este texto foi escrito por @lecaguida e editado por @gabrielamori.

Info + Fun. O FTC é um site que traz conteúdo informativo e criativo sobre arte, design, cultura, decoração, tecnologia, tatuagens, gastronomia e viagens.

Continue com a gente!

by Alexandra Guida 57 shares