Home / Comportamento / Relacionamento / Levei um fora do(a) namorado(a) – ou ficante, marido... O que fazer?

© iStock
Comportamento

Levei um fora do(a) namorado(a) – ou ficante, marido... O que fazer?

by Karen Carneti Published on 23 de maio de 2016

Não é fácil encarar numa boa, mas é possível. Entenda como

Você já foi deixada depois de meses ou anos de relacionamento? Provavelmente não tão ruim quanto perder todo o seu dinheiro em maus negócios financeiros e ter que se mudar novamente para a casa de seus pais, mas definitivamente não é algo bom.

Quando as pessoas são deixadas por um(a) parceiro(a) amoroso(a), imediatamente são atiradas em um turbilhão de emoções. Há a mágoa, a raiva, o pontapé no ego, a traição, a confiança quebrada, e, misturado a todas essas, existe o medo de estar ficando louca. Afinal, você acaba de criar uma conta falsa no Facebook para fuçar seu(sua) ex...e sabe que isso poderia ser classificado como algo nada são. Não exatamente "insano", mas não inteiramente são.

Como as emoções que surgem quando você é deixada se parecem com o que seria como se um furacão, um terremoto e um tornado colidissem ao mesmo tempo, é importante manter sua sanidade a salvo.

#1. Corte todo o contato nas redes sociais

Dependendo do quão ruim foi o rompimento, você pode já ter bloqueado o(a) ex – bom para você! Se você ainda não fez isso porque está se agarrando à esperança de uma reconciliação, bloqueie-o(a) agora mesmo.

Se você acha que consegue desfazer a amizade e ficar longe de seu perfil, temendo o dia em que sua foto do perfil não será mais apenas ele(a) (mas ele e alguém novo), então simplesmente desfaça a amizade. Se só de ler essa frase sobre ele possivelmente conhecer alguém novo já te deixou morrendo de raiva, bloqueie-o(a).

mulher-pedindo-para-curtir-suas-postagens-no-facebook

#2. Contenha o impulso de criar uma conta falsa

Se você já tiver sido bloqueada nas mídias sociais pelo(a) seu(sua) ex, não há nada que possa fazer. Na verdade, você pode criar uma conta falsa estritamente para fins de espionagem, mas não faça isso.

Quando você investe em contas falsas de e-mail, Facebook, Twitter ou qualquer outra, acaba gastando muito tempo tentando decifrar quais pequenos pedaços de informação está perdendo, e isso tem um efeito muito negativo sobre a sua psique.

#3. Pare de ir aos lugares onde sabe que pode encontrar seu(sua) ex

Se você tem esperanças de voltar porque frequenta os lugares onde sabe que, de fato, ele(a) estará, isso é uma ideia horrível. Em primeiro lugar, se for para vocês voltarem, se estiver escrito no seu futuro, isso irá acontecer e você não pode forçar para que aconteça mais rápido. Em segundo lugar, você está apenas se preparando para a decepção... e drama. Muito drama.

#4. Temporariamente, tire os amigos em comum de sua vida

Mesmo que vocês não tenham filhos juntos, quando há uma separação, existe uma batalha pela guarda... dos amigos. Eles serão forçados a tomar partido e você vai descobrir que será doloroso manter contato com aqueles que optam por permanecer amigos de vocês dois, porque você vai querer questioná-los constantemente sobre o(a) ex. Poupe a dor no coração e apenas corte contato com essas pessoas, pelo menos temporariamente. Se eles forem verdadeiros amigos, irão entender.

princesa-aurora-dando-tchau

#5. Deixe evidências da existência da outra pessoa fora de vista

Embora não estejamos sugerindo que você jogue no lixo tudo que te faz lembrar do(a) ex, achamos que você precisa colocar tudo para fora do alcance de suas vistas para que não fique louca.
Citando Carrie Bradshaw: "Destrua todas as fotos onde ele parece sexy e você parece feliz". Ficar sã e continuar sã significa limitar o número de lembretes que você tem dele(a).

Continue no taofeminino :)

Mais dicas de relacionamento aqui:

11 coisas que passam pela sua cabeça quando você está se arrumando para um encontro
Por que não deveríamos querer mudar a personalidade dos nossos parceiros
Era bem melhor namorar nos anos 90...
Viajar é melhor do que ter um namorado – e nós temos provas!
Por que você deveria abraçar seu status de solteira

by Karen Carneti