Home / Comportamento / Você / Aprenda a praticar o amor próprio diariamente

Comportamento

Aprenda a praticar o amor próprio diariamente

por Karen Carneti Publicado em 20 de julho de 2016
318 compartilhamentos

Amar a si mesma não é algo que acontece da noite para o dia. Como em qualquer relacionamento, é preciso cultivá-lo

Para a maioria de nós, cultivar uma relação saudável com si própria é um processo que leva uma vida inteira. Mas, no fim das contas, o que realmente importa neste processo são as pequenas coisas da vida – principalmente aquelas que fazemos para nós mesmas.

Aqui estão algumas maneiras fáceis e simples de melhorar sua prática diária de autoamor, e também de ~derramar~ um pouco de afeto extra sobre a única pessoa que sempre estará ao seu lado: você mesma.

Lembre-se de que você é poderosa além da medida...

...e mais forte hoje do que nunca.

Olhar para trás é saudável quando você percebe o quão longe chegou. Não cometa o erro de ficar muito nostálgica sobre quem você costumava ser – ela não sabia o que você sabe agora.

Cuide de si mesma como faria com uma amiga

Falando sério: você diria a uma amiga que ela parece ter engordado recentemente ou que não suporta o fato de ela não ter uma “barriga negativa”? Achamos que não.

Então, por que você está sempre se colocando para baixo, sem remorso? Desligue essa voz pouco desagradável que existe dentro de sua cabeça.

Escreva uma carta para a futura você

Se a escrita criativa não faz seu tipo, tente deixar pequenos recadinhos de amor – sim, dissemos amor – para a você do futuro! Escrever frases de inspiração, afirmações ou apenas as pequenas coisas que fazem você feliz durante o dia é uma forma de embelezar sua vida.

Se quiser facilitar, pode deixar post-its nos lugares para onde não costuma olhar. Estes lembretes delicados são a maneira perfeita para surpreender-se com um pouco de amor-próprio.

Porque, apesar de o autoamor e a busca constante por melhoras serem processos mais do que dignos, existem algumas coisas que você simplesmente não precisa mudar – apenas aceitar e abraçar. E não há tempo melhor do que este exato segundo para começar a fazer isso.

"Em uma sociedade que lucra com sua insegurança, gostar de si mesma é um ato de rebeldia"

Então, se rebele um pouco.

Comece a dizer “não” para as coisas que te estressam ou te fazem infeliz

Nas sábias palavras de Hannah Horvath: "É realmente libertador dizer 'não' às merdas que você odeia." E não poderíamos concordar mais. Então, liberte-se.

Diga “sim” para qualquer coisa que contribua para seu crescimento pessoal

Às vezes, precisamos deste pequeno lembrete de que crescer é desconfortável. Ninguém nunca disse que a mudança seria fácil; apenas que ela valeria a pena.

Há apenas uma “você” no mundo, e ela está aqui por uma razão. Cada dia que você vive não gostando de si mesma, seu corpo, sua personalidade ou seu passado, é gasto fazendo um desserviço a si mesma. Mesmo quando você está cansada, com fome, ou triste. Mesmo quando você está solitária – especialmente quando você está solitária, aliás.

Até mesmo quando você sente que pode ser a única pessoa no mundo que vai realmente te entender. Talvez isso seja algo que todas nós tenhamos que aprender a aceitar – e tudo bem. Porque você sempre pode contar consigo mesma. Apenas precisa se lembrar disso.

Este texto foi escrito por @karencarneti e editado por @gabrielamori.

Hey, não vá ainda...

Conhece os benefícios das amizades? Entenda por que faz bem ter amigos
10 maneiras de se livrar do mau humor
Maneiras simples de encontrar a sua felicidade
22 coisas que só quem ama dormir entende
Por que é ok ser “preguiçosa” e tirar uma folga de vez em quando

por Karen Carneti 318 compartilhamentos

você também vai <3: