Home / Lifestyle / Cultura / Medo de viajar? Esqueça isso seguindo as nossas dicas

© iStock
Lifestyle

Medo de viajar? Esqueça isso seguindo as nossas dicas

by Geovana Pereira Published on 12 de abril de 2016

Respire fundo, ponha as coisas em perspectiva e faça as malas!

O mundo é grande e lindo, um lugar cheio de histórias, aventuras, cores e ideias interessantes – você só precisa ser corajosa o suficiente para desbravá-lo. Mas de vez em quando dá uma vontade louca de ir a um lugar e a gente... hesita.

​Bate aquele nervoso: você escuta que não é seguro, que não tem água quente, que é possível se perder dentro de um bazar e nunca mais sair, que a comida de rua vai te fazer alugar o banheiro do hostel. Respire fundo. Acidentes podem acontecer, mas nunca são tão ruim quanto imaginamos. Então, se você está apreensiva de viajar para um lugar que quer muito ir, aqui vão seis dicas para ajudar a superar o medo e correr para fazer as malas.

1. Lembre-se: você não é a primeira pessoa a passar por ali

Quando parecer assustador explorar um enorme deserto e terminar em uma selva vietnamita, ou passar a noite acampada em uma caverna a quilômetros da estrada, lembre-se disso: você não é a primeira pessoa a passar por ali. Literalmente, milhares de pessoas já passaram por essas estradas antes, dormiram nessas camas e pegaram os mesmos ônibus que você. Se eles conseguiram, você também pode!

mulher no trem

2. Ponha tudo na balança

Se você está indo e voltando entre o “quero muito ir” e o “estou com muito medo de realmente estar lá”, colocar em perspectiva o que você vai fazer, pode te ajudar a sair de cima do muro. Você vai visitar belos templos, atravessar florestas de livros dos irmãos Grimm, caminhar por montanhas, experimentar momentos que só tinha visto em filmes? Por quais pontos turísticos vai passar, quais maravilhas vai provar, quantas memórias boas você vai fazer?

E agora? Ficar na sua zona de conforto vale mais a pena que fazer tudo isso? Ponha na balança.

3. Faça muita pesquisa!

Se estiver indo para uma área mais “arriscada", pesquise muito para saber exatamente onde você está se metendo. Faça o desconhecido virar conhecido e você não terá que desperdiçar uma oportunidade incrível, porque está preocupada. Por exemplo, descubra como vai do aeroporto até o hotel, como pode andar pela cidade (de forma segura e simples) para todos os seus destinos. Veja quais são as áreas mais seguras para caminhar e até que horas. Pesquise custos de transporte, hospedagem e quais são os truques mais comuns para enganar turistas, assim ninguém passa a perna em você!

Pesquise quais comidas você pode comer e o que faz as pessoas passarem mal. É bom saber se há passeios em grupo para você participar e ler todos os relatos de viagem que encontrar de pessoas que estiveram nesse lugar, assim é possível aprender com as experiências deles e tornar o ambiente mais familiar. Depois de tanta informação, o destino não será tão assustador quanto antes.

4. Faça parte de uma comunidade

Você não é a primeira mochileira a pegar a estrada, e por isso há tantas pessoas experientes, animadas e encantadoras lá fora que estão dispostas a te ajudar a desbravar o mundo. Participe de grupos de viagem no Facebook ou poste uma pergunta no TripAdvisor e obtenha feedback sobre experiências de outras pessoas e detalhes sobre o que eles notaram e – mais importante – do que elas gostaram.

Ou se você é impaciente para começar a viagem sozinha, procure no fórum da comunidade Couch Surfing ou visite o TripTogether e veja se outros viajantes querem começar uma viagem com você. Planeje encontros para um café ou jantares antes de se comprometer com qualquer coisa, mas na realidade vai ser a mesma coisa que fazer amigos aleatórios em um hostel. É fácil montar um grupo de turismo!

abraço em grupo

5. Planeje todos os detalhes

Descubra exatamente como ir do aeroporto para o seu hostel, de trem, ônibus, carro ou táxi. Em seguida, procure locais que deseja visitar, restaurantes, e ruas interessantes que você gostaria de passear – também como chegar lá através de transportes públicos ou a pé. Tenha mapas na mochila e no celular. Se você seguir o planejamento no seu primeiro dia, vai ficar menos ansiosa e evitar o “OMG! Onde eu vim parar?”.

6. Você sempre pode voltar atrás

Digamos que a selva no Vietnã não é para você – já tentou as redes mosqueteiras, mas a sinfonia de sons de animais durante toda a noite, o calor pegajoso, os chuveiros frios não são tão suportáveis quanto você achou que seriam. Bem, é só preparar as malas e ir embora! Você é a única dona do lápis que escreve sua programação, por isso, se você não está se sentindo à vontade, não tenha vergonha de voltar atrás e tentar outra coisa.

​Tudo o que importa é que você tentou. Ninguém nunca te deu todas as garantias de que daria certo. Sigamos em frente!

harry potter se despedindo

Texto escrito por @compergeovana e editado por @cicaara

Leia mais sobre viagens aqui:

by Geovana Pereira

você também vai <3: