Home / Maternidade / Gravidez / Como escolher a maternidade? Nove dicas para um parto perfeito!

Como escolher a maternidade? Nove dicas para um parto perfeito!

Fernanda Guimarães Publicado por Fernanda Guimarães
em 2 de janeiro de 2014

Ter um filho é a experiência mais engrandecedora que um casal pode provar. Para as futuras mães, esse momento é ainda mais especial. É quando cabe, aliás, a escolha da maternidade em que a mamãe dará à luz uma nova vida.

O correto, na verdade, é que os futuros pais deem início a busca pela maternidade o quanto antes, mesmo que o nascimento do bebê ainda pareça distante. Diante de uma escolha tão importante, afinal, é preciso muita pesquisa.

Indicações, entrevistas e visitas são essenciais para se garantir que esse evento único corra perfeitamente. Quanto mais cedo for a escolha da maternidade ou um hospital, menores serão as chances de engano, havendo tempo, inclusive, para se arrepender e buscar um novo estabelecimento.

O período pré-natal exige maturidade e paciência dos futuros pais. Então, para ajudar os futuros mamães e papais, preparamos nove dicas sobre como escolher a maternidade!

© Thinkstock 1) O envolvimento do papai

Poucas ocasiões ao longo de uma união são tão representativas quanto o pré-natal. Discutindo questões tão importantes para o futuro da família e a saúde do bebê, dá-se um passo enorme rumo à maturidade do relacionamento. Por isso, é essencial que o companheiro apoie a futura mamãe e participe de todo o planejamento que antecede o parto, inclusive na busca e escolha de uma maternidade.

2) A indicação de pessoas de confiança

A indicação do obstetra é muito importante diante da escolha da maternidade. Seu médico, deve conhecer a estrutura e a equipe dos hospitais de sua região. A referência de amigas também é válida, afinal, enquanto os médicos se preocupam principalmente com questões técnicas, as pacientes vivenciam o lado humano do estabelecimento.

3) A visita

A escolha da maternidade exige sempre uma visita antecipada. Mais do que informações oferecidas por amigos ou propagandas, é preciso presenciar a estrutura oferecida, realizando ao menos uma ou duas visitas. O ambiente da maternidade deve transmitir segurança e mais do que isso, considerando-se que a você poderá passar alguns dias no lugar, o hospital precisa ser, se não aconchegante, ao menos agradável.

© Thinkstock 4) A dedicação e a persistência

Quando se fala na saúde da mãe e do bebê, dedicação na procura pela maternidade e persistência na busca por informações é essencial. Ainda que se deva dar preferência a maternidades próximas, tente buscar dados sobre outros estabelecimentos um pouco mais afastados de você por precaução. Caso se tenha acesso a informações negativas sobre a maternidade que você escolheu, é preciso selecionar outra na hora. Por garantia, tenha sempre um "plano B", afinal, entre os contratempos, é possível até mesmo que o hospital escolhido não tenha vagas no dia do nascimento.

5) A localização da maternidade

Levando em conta o fator surpresa que seu bebê pode guardar decidindo nascer antes do prazo, é preciso optar por uma maternidade próxima de casa, até como uma opção emergencial. Aliás, calcule o tempo gasto no caminho, cogitando sempre a possibilidade de congestionamento e rotas alternativas.

6) O suporte do plano de saúde

Caso deseje utilizar o plano de saúde, informe-se sobre as maternidades e os hospitais atendidos por seu convênio antes mesmo de realizar o primeiro contato com os estabelecimentos. Mais do que isso, fique atenta aos detalhes da cobertura de seu plano: os exames oferecidos, a possibilidade de escolha do quarto, disponibilidade de vaga em UTI, se necessário, e o tipo de acompanhamento neonatal apresentado. Caso você tenha optado por um obstetra particular, informe-se sobre a possibilidade de reembolso.

© Thinkstock 7) A infraestrutura da maternidade

Quando já se tem inclinação por uma maternidade é preciso esmiuçar a estrutura oferecida. Então, anote as perguntas importantes que você deve fazer:

- A maternidade em questão possui certificados de qualidade?
- A unidade oferece recursos como ultrassonografia e tomografia computadorizada?
- Ampara laboratório de análises e bancos de sangue e leite?
- Há UTI adulta e neonatal?
- Oferece sala de pré-parto, com estrutura para anestesia e recursos que estimulam a parturição?
- O berçário parece agradável, além de oferecer a infraestrutura necessária?

8) Os profissionais da maternidade

A disposição dos médicos e dos demais funcionários do hospital é um bom indicativo de sua qualidade. Nesse caso, alguns temas devem ser questionados:

- A unidade apresenta uma equipe multidisciplinar, constituída por obstetra, neonatologista e anestesista?
- Esses funcionários trabalham em plantão?
- Há uma equipe de enfermagem que se dedica aos primeiros cuidados do bebê?

9) O conforto da maternidade

Já que existe a possibilidade de você passar certo tempo em um quarto de hospital, preocupe-se com seu conforto. Para tanto, deve dar atenção a certos pontos:

- Há segurança no estabelecimento?
- Os ambientes da maternidade parecem limpos e bem cuidados?
- O quarto dispõe de espaço para visitas, apresentando um lugar para o acompanhante dormir e uma cadeira de amamentação?
- O local apresenta serviços extras, como cartório?

Anotou todas as nossas dicas? Faça já as listas de maternidades que lhe convêm e prepare o nascimento do seu bebê!

Já escolheu onde o pequeno vai nascer? Então seu must-read é a nossa lista do que levar na mala da maternidade para você não deixar nenhum detalhe de fora na hora do parto!

Mais dicas para preparar a vinda do baby:
Decoração do quarto do bebê
Roupinhas para bebê
Licença-maternidade: tire suas dúvidas
Viajar grávida


Tags relacionadas #dicas gravidez#maternidade

+

Gostou? Tem mais

Bebê descobre como mexer as sobrancelhas

Bebê descobre como mexer as sobrancelhas

Bebê descobre como mexer as sobrancelhas Bebê descobre como mexer as sobrancelhas

Pais cantam música da Disney para filha desinteressada Pais cantam música da Disney para filha desinteressada

Bebê acorda com todas as emoções possíveis Bebê acorda com todas as emoções possíveis