Home / Bem-Estar / Dieta / Dieta vegana: o segredo de Beyonce para perder peso

© Getty
Bem-Estar

Dieta vegana: o segredo de Beyonce para perder peso

Maria Bell
by Maria Bell Published on 28 de janeiro de 2014
A-
A+

Fato: Beyonce é das celebs que ditam moda. E, desde que a diva se apresentou no Grammy Awards 2014 mais magra do que nunca, uma pergunta não quer calar. Qual é o segredo?

Não ache que a fórmula é magica - a rotina de Beyonce inclui, sim, trabalho duro e suor (leia-se: malhação pesada). Mas a nova figura curvilínea, megatonificada e magra deve-se, principalmente, aos novos hábitos de alimentação e à dieta vegana.

Orientada pelo personal trainer Marco Borges, Queen Bey intensificou o treino aeróbico de corrida e dança. Ao mesmo tempo, entrou de cabeça em uma dieta vegana por 22 dias - o maridon, Jay-Z, até aderiu ao cardápio restritivo para incentivar a amada. Depois do aniversário de 44 anos de Jay-Z, o casal decidiu fechar a boca novamente, mas agora não comendo nada além de frutas e verduras. Os snacks entre uma refeição e outra eram edamame (preparado feito com grãos de soja ainda dentro da vagem) e pepino.

Os boatos dão conta de que Beyonce e Jay-Z, juntos, perderam mais de 45 kg. Michael Costello, que desenhou o vestido da diva para tapete vermelho do Grammy, ficou impressionado - a rainha das curvas vestir tamanho P é realmente uma loucura.

Então, o que é uma dieta vegana? É segura? A gente conta.

O que é dieta vegana?

A dieta vegana é puramente baseada em plantas - nenhum tipo de carne entra no cardápio, nem mesmo as brancas. A dieta vegana vai além da vegetariana (e é normal confundi-las, ok?), restringe ainda mais o cardápio: abre-se mão de todos os produtos de origem animal, como ovos, mel e leite. São permitidos frutas, grãos, legumes, verduras, nozes e sementes.

Não empolga logo de cara, mas o estilo vegan tem se tornado popular, especialmente entre os intolerantes à lactose. Se você torce o nariz só de pensar na monotonia das refeições veganas, saiba que não param de pipocar livros de culinária e blogs sobre o tema. Marcas também têm reforçado suas linhas naturebas com alimentos alternativos.

​Por que aderir à dieta vegana?

As razões de quem adotou a dieta vegana são muitas - desde o desejo de se alimentar mais naturalmente até questões ambientais e direitos dos animais. Mas, como alimentos processados ficam mesmo de fora, perda de peso pode ser uma consequência.

Beyonce shows off a tiny waist and uber-trim looking figure on the Grammys Red Carpet. © Getty

Quais os benefícios e os riscos para saúde?

Beyonce e Jaz-Z tinham prazos para cumprir a dieta vegana - na primeira fase, por exemplo, eram 22 dias e ponto. Se estiver tentada a aderir, você deve ter cuidado.

Muitos dos nutrientes encontrados nas carnes, essenciais para nossa saúde, são sumariamente limados na dieta vegana. É necessário encontrar maneiras de incluir proteínas, vitamina B12, ferro, ômega 3, aminoácidos, cálcio e vitamina D no cardápio diário.

Por outro lado, há uma redução significativa de gordura saturada e um menor risco de doenças diretamente relacionadas, como colesterol alto, pressão alta e diabetes. Sem contar que menos gordura saturada é igual a menos gordura total do corpo.

A única coisa que pode chata é comer fora. Restaurantes veganos existem, mas são minoria. E um jantarzinho despretensioso, sem qualquer tipo de produto de origem animal, pode sair caro. Frutas e vegetais frescos não têm um prazo de validade muito longo.

Dicas para ter uma dieta vegana equilibrada

Como já foi dito, dietas veganas são muito restritivas e quem resolve segui-las deve tomar cuidado. Contudo, se balanceadas com as doses corretas de vitaminas e nutrientes, são perfeitamente saudáveis - até para crianças, adolescentes, mulheres grávidas ou amamentando.

Para evitar deficiências nutricionais perigosas, tenha certeza incluir na sua dieta:

Proteínas - Proteínas de origem vegetal são incompletas. É vital comer cereais/grãos e leguminosas em todas as refeições para conseguir aminoácidos de que o corpo necessita

Vitamina B12 - Essa vitamina, essencial para as células vermelhas do sangue, não é encontrada em qualquer vegetal. Levedura, soja e bebidas de arroz são boas fontes de B12.

Ferro - O ferro de leguminosas, tofu, grãos e cereais é menos absorvido pelo corpo que o ferro de origem animal. Veganos devem caprichar na ingestão de vitamina C, que atua na absorção do ferro, e diminuir o consumo de chás, que tem o efeito oposto.

Vitamina D - Outra vitamina fundamental, é encontrada em cogumelos e adicionado a alguns cereais.

Cálcio - Na ausência de lacticínios, os veganos devem priorizar bebidas vegetais (leite de soja , por exemplo), água mineral com alto teor de cálcio e incluir repolho e brócolis na dieta.

Ômega 3 - Óleos vegetais e castanhas (nozes, avelãs e amêndoas , por exemplo) devem compensar a ausência de peixes gordos em uma dieta vegana, contanto que eles sejam consumidos regularmente.

Vale lembrar: antes de começar qualquer dieta, consulte o seu médico!

Gostou? Leia também:

• Por que a dieta do DNA é a dieta perfeita?
• Dieta DETOX: como funciona e outras dicas
Canela e mel: duplinha dinâmica para turbinar a dieta

Quer mudar de assunto?

  • Conheça os 50 lugares mais lindos do mundo
  • Fotos da Áustria: Viena, Innsbruck e outros destinos

by Maria Bell

você também vai <3: