Home / Bem-Estar / Dieta / Senhoras e senhoritas, com vocês, a chufa!

© iStock
Bem-Estar

Senhoras e senhoritas, com vocês, a chufa!

by Juliana Vaz Published on 12 de maio de 2016

Chufa – ou tiger nuts – é o novo hype da alimentação saudável: rica em fibras e sem glúten, vai ganhar destaque na sua dieta, pode apostar

Cultivada na África oriental, a chufa se tornou um alimento tradicional na região da Espanha durante a invasão moura na península ibérica. Inclusive é de lá, da cidade de Valência, que parte da exportação mundial é feita. A popularidade da tiger nuts (seu apelido internacional) redirecionou ao menos 10% da produção local para o exterior. Da raiz, também é fabricada a tradicional “horchata de chufa”, bebida adocicada popular em todo país.

O que antes era produzido e consumido localmente tem ganhado fãs em países como Alemanha, Reino Unido e EUA. Os principais responsáveis pela fama da chufa são os seguidores de dietas que restringem o consumo de carboidratos refinados e industrializados, como a Paleo e a orgânica.

Benefícios da chufa

A tiger nuts é livre de glúten, rica em ferro, potássio e fibras. Ela possui o dobro de proteínas da batata-doce: 100g de chufa tem 3,7g de proteínas enquanto sua parente, 1,6g por 100g. “De um modo geral, as pessoas tendem a consumir pouca proteína, então acrescentar um pouquinho é positivo”, diz Fernanda Reis de Azevedo, nutricionista e doutora pelo InCor- HCFMUSP. Ingerir proteína é essencial para a formação muscular, além de ajudar na redução de peso e ainda controlar o apetite.

​“O que chama atenção na chufa são as altas quantidades de fibras e gorduras monoinsaturadas (as mesmas do azeite e abacate) que são extremamente benéficas para o organismo, inclusive no controle do colesterol”, afirma Fernanda. As fibras encontradas no alimento são as chamadas de amido resistente, um prebiótico altamente benéfico para o sistema gastrointestinal. Como não é digerido pelas enzimas gástricas, chega ao intestino inteirinho para nutrir a flora microbiana intestinal, melhorando, por exemplo, a prisão de ventre. Mais: estudos apontam que essas fibras são ótimas para o tratamento e prevenção de diabetes e obesidade.

Fora do Brasil, há marcas que comercializam itens como granola e óleo de cozinha à base de tiger nuts. No Brasil, por enquanto, é possível encontrar o produto em versão natural ou farinha e são ideais para usar em receitas. Inclusive, aí vão duas que vão dar água na boca para você experimentar o novo superalimento do momento:

Brownie de tiger nuts

​Ingredientes

1/2 xícara de farinha de Tiger nuts
1/2 xícara de manteiga ghee (manteiga clarificada)
1 xícara de açúcar demerara
3/4 xícaras de cacau puro em pó
1/4 colher de chá de sal marinho
5 gotas de essência de baunilha
3 ovos grandes
3 colheres de farinha de tapioca

Modo de preparo

Preaqueça o forno a 350º graus. Misture a manteiga ghee, o açúcar, o cacau e o sal em uma panela e coloque em fogo bem baixo, mexendo o tempo inteiro até que a ghee derreta completamente e tudo fique homogêneo. Retire da panela e deixe esfriar uns 20 minutos. Acrescente a baunilha, os ovos, a farinha de Tiger nuts e a farinha de tapioca, nessa ordem e sempre mexendo após adicionar cada ingrediente. Unte uma forma com óleo de coco e
despeje a massa. Asse por 30-40 minutos, retire do forno e deixe esfriar completamente antes de cortar e servir.

Cookie de tiger nuts com gotas de chocolate

Ingredientes

2 bananas bem maduras
1 xícara de aveia
1 ovo
1 xícara e 1/2 de farinha de Tiger nuts
3/4 xicara de Tiger nuts cortados em pedaços
4 colheres de sopa de óleo de coco
1/2 xícara de pedaços de chocolate amargo ou meio amargo

Modo de preparo

Preaqueça o forno a 200º graus. Em uma tigela, esmague a banana com o óleo de coco. Acrescente a farinha de Tiger nuts e o ovo batido. Misture bem. Depois acrescente a aveia e o chocolate, misturando bem. Unte uma forma com óleo de coco e despeje a massa em formato de bolinhas. Leve ao forno por 15-20 minutos ou até as bordas dos cookies ficarem dourados.

Este texto foi feito por @vazjuliana e editado por @cicaarra

Quer saber mais sobre alimentos, nutrição e dieta? Leia aqui:

Conheça 6 tipos de leites vegetais e seus (super) benefícios
4 dicas para consumir mais fibras no dia a dia
5 dicas para comer de forma consciente

by Juliana Vaz

você também vai <3: