Home / Bem-Estar / Dieta / Comer devagar é preciso! Veja 7 benefícios de mastigar bem os alimentos

© iStock
Bem-Estar

Comer devagar é preciso! Veja 7 benefícios de mastigar bem os alimentos

by Stéphanie Pereira Lima Published on 7 de dezembro de 2015

Alguma vez você chegou em casa com tanta fome que devorou o que havia na geladeira em tempo recorde? Continue com a gente porque o papo é com você

Mastigar bem os alimentos e fazer isso de forma tranquila e calma muda a vida. Parece exagero, mas, pense com a gente: seguindo as recomendações dos especialistas, você faz cinco refeições ao dia. São cinco momentos de total prazer. Durante uma semana, 35, em um mês, 1050. Deu pra entender que as próximas linhas são de suma importância? Então chega mais! Explicamos por que comer devagar é um dos melhores conselhos de alimentação saudável que você já escutou (e deveria colocar em prática djá):

1. Ajuda a emagrecer

Não é novidade. Ao comermos devagar, descobrimos a verdadeira sensação de saciedade. Isso vem do estômago – se você mastigar bem e escutar seu corpo, vai saber quando for a hora de parar. Outra boa percepção: você não precisa encher o prato para ficar satisfeita. Aqui, as contas ficam claras, né? Ao ingerir menos calorias, você pode manter ou perder peso.

2. Evita a má disgestão

Outro grande ponto a favor. Comer devagar e, principalmente, mastigar mais a comida faz com que nosso corpo tenha mais tempo para digerir os alimentos e também faz com que haja menos trabalho na digestão. Isso ajuda a evitar o inchaço e a sensação de peso. Ao engolirmos depressa, também levamos ar para o interior do nosso organismo, provocando os temidos gases.

3. Faz você descobrir o verdadeiro sabor dos alimentos

Às vezes – ou na maior parte do tempo –, nos deixamos levar pela fome e engolimos sem nem apreciar o sabor. Se você experimentar comer devagar, dará conta do autêntico sabor dos alimentos e é muito provável que perceba também que, na verdade, te apetece muito mais comer algo saudável, com sabor e texturas naturais do que um bolo de caixinha ou um saquinho de salgadinho (ao mastigarmos bem, notamos que são muito mais artificiais do que pensávamos).

4. Te permite ser mais feliz

Não haverá ansiedade porque você come tranquila, consciente do seu próprio corpo e de suas necessidades, sem "comer com os olhos". Portanto, também não haverá remorso por ter uma compulsão devido à ansiedade ou a fome excessiva. Tudo isso fará com que se sinta mais feliz e segura de si mesma, porque, finalmente, é você quem controla a comida e não o inverso.

5. Te ajuda a ir ao banheiro

Fazer com que seu estômago trabalhe menos, porque você envia a comida bem mastigada, faz com que haja uma melhor digestão, assim sendo, não só evita a sensação de peso e os gases como também faz com que você vá melhor ao banheiro, uma vez que seu organismo tem que trabalhar menos para diluir os alimentos. E quantas vezes você precisa mastigar a comida? Os especialistas recomendam em torno de 20 vezes por garfada. Alimentos ricos em fibras também ajudam o organismo.

Veja também: 50 alimentos ricos em fibras para o seu organismo funcionar direitinho

50 alimentos ricos em fibras © iStock

6. Te deixa mais sociável e tranquila

Quando você for a um restaurante ou comer com amigos, não se sentirá irritada se a comida demorar para chegar ou se seus acompanhantes não quiserem pedir sobremesa, muito menos terá medo de que a comida seja insuficiente. Você vai desfrutar da companhia, pois comer devagar permite falar entre as garfadas e estará menos preocupada em devorar seu prato e mais preocupada com a conversa e o contato visual.

7. Seu bolso também notará a diferença

Tanto em casa quanto comer fora, seu bolso vai notar a diferença no fim do mês. Você evitará pedir entradas ou sobremesas nos restaurantes e, da mesma maneira, comerá menos em casa. É provável que a quantidade que você comia antes, agora servirá para duas refeições, então a economia no carrinho de compras poderá ser considerável. Claro que, mesmo sabendo que vai comer em menor quantidade porque se sentirá saciada antes, não pode deixar de lado as frutas e verduras – coma menos, mas continue com as variações. Mamão, abacate, pêssego, romã, por exemplo, além de serem deliciosos estão cheios de benefícios para a saúde.

Conclusão:

Ok, a teoria é clara: tudo parece vantagem! Mas sabemos o quanto é difícil se acostumar com essa vida se sempre comemos diferente, né? Nosso conselho é que você experimente tudo isso por três semanas. Está comprovado que 21 dias é o tempo para adquirir um hábito e incorporá-lo em sua vida para sempre. Portanto, a nossa ideia é que, pelo menos durante esse tempo, você sempre coma de forma consciente. Isto é, sem assistir televisão e sem se distrair com outras coisas. Conte – pelo menos – até 20 em cada garfada que coloca na boca. Uma vez acostumada, você vai fazer tudo normalmente e nem se dará conta.

Outras dicas de alimentação saudável:

© We Heart It

Continue com a gente:

12 jeitos (seguros) de acelerar o metabolismo
4 dicas para consumir mais fibras no dia a dia
Descubra agora qual é a melhor estratégia de emagrecimento para você
6 fatos sobre o glúten que você precisa encarar
Adeus, quilinhos extras! Conheça os benefícios do vinagre de maçã para o emagrecimento

by Stéphanie Pereira Lima