Home / Bem-Estar / Saúde / Ei, o pólen das abelhas também é benéfico para nós, humanos!

© Deliciously Ella
Bem-Estar

Ei, o pólen das abelhas também é benéfico para nós, humanos!

by Monique Garcia Published on 30 de setembro de 2015

Victoria Beckham aprova, viu?

Somos apenas nós ou vocês também acham que as abelhas são verdadeiras experts em medicina? É que, além de nos fornecerem o mel, conhecido por combater diversos males e fazer bem à pele, também nos presenteiam com seu pólen, um superalimento que, quando polvilhado no cereal ou na salada, por exemplo, traz uma avalanche de benesses para a saúde. Quem lista algumas delas é Arancha Arias, nutricionista e porta-voz da Egyptian Magic, marca gringa de cosméticos que usa ingredientes 100% naturais em suas fórmulas.

Propriedades antibacterianas naturais

O pólen é ótimo para ajudar a curar escoriações, feridas e queimaduras, já que rejuvenesce a pele danificada e reduz inflamações.

Amigo da pele

Os grãos são ótimos para tratar problemas como acne, psoríase e eczemas. Eles previnem o envelhecimento prematuro, regeneram as células e oferecem proteção eficaz contra a desidratação.

Combatente de alergias

O pólen de abelhas reduz o nível de histamina, responsável por alergias (caso da rinite, por exemplo). Sua ingestão como suplemento ajuda a reduzir a sensibilidade do organismo às possíveis causas do problema. Mas há uma ressalva importante: se você é alérgica à picada do inseto e ao pólen das flores, passe longe do alimento.

Rico em fibras

Não consegue ir ao banheiro há dias? Boa notícia: o consumo frequente de alimentos ricos em fibras, como o pólen, ajuda a melhorar o funcionamento do sistema digestório.

Livre de glúten

Os celíacos (aka intolerantes ao glúten) podem comemorar! O pólen de abelha integra a lista de alimentos que você pode ingerir sem medo de sofrer com inchaços.

Fortalecedor da imunidade

O pólen é composto por uma série de antioxidantes, proteínas, minerais e vitaminas que alavancam a imunidade e a ajudam a se manter afastada de diversas doenças (xô, gripe!).

Continue com a gente:

by Monique Garcia